Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa tarde, Sexta Feira 01 de Março de 2024

Menu

Operação Piracema

Sema aplica multa de R$ 10 mil e apreende pescado, redes e tarrafas durante fiscalização

Operação ocorreu em Santo Antônio de Leverger, Barão de Melgaço e Várzea Grande

Geral | 13 de Novembro de 2023 as 09h 37min
Fonte: Nayara Takahara - Sema-MT

O período de defeso da piracema nos rios de Mato Grosso começou no dia 2 de outubro e segue até 1 Crédito - Sema-MT

A equipe de Fiscalização de Fauna da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) apreendeu 20 kg de pescado ilegal, sete redes e cinco tarrafas, e aplicou R$ 10 mil em multa neste fim de semana (11 e 12.11), em mais uma etapa da Operação Piracema. Também foram apreendidos sete molinetes, três espinhéis e uma arapuca.

O período de defeso da piracema nos rios de Mato Grosso começou no dia 2 de outubro e segue até 1º de fevereiro de 2024.

A fiscalização ocorreu nos municípios de Santo Antônio de Leverger, Barão de Melgaço e Várzea Grande, com apoio da 4º Companhia Independente de Polícia Militar e do 10º Batalhão de Polícia Militar.

Em atendimento a uma denúncia recebida pelo canal da Ouvidoria da Sema-MT, os agentes recolheram parte do material utilizado para pesca predatória na região da Praia Grande, em Várzea Grande. No município de Barão de Melgaço também foram recolhidos tarrafas e espinhéis.

Em Santo Antônio de Leverger, na estrada do Engenho Velho, apreenderam os 20 kg de pescado ilegal, das espécies cachara e pintado, em abordagem a um veículo Palio, durante patrulhamento terrestre. O responsável foi multado e conduzido a delegacia de Polícia Civil, junto com o pescado.

A intensificação da fiscalização, por terra e água, é parte dos esforços contínuos da Sema-MT para proteger a fauna aquática durante o período de “subida do peixe”, que nada contra a correnteza em busca de locais adequados para desova, possibilitando a reprodução.

Estoques de restaurantes e peixarias também estão sendo fiscalizados pelos agentes.

 

Canal de denúncia

A Sema-MT atende denúncias da população contra crimes ambientais e pescas predatórias pela Ouvidoria, no telefone 0800 065 3838, pelo e-mail ouvidoria@sema.mt.gov.br, pelo WhatsApp (65) 98153-0255 e em suas Unidades Regionais.

Quem se deparar com algum crime ambiental também pode denunciar por meio do contato da Polícia Militar 190.