Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Terça Feira 28 de Junho de 2022

Menu

Geral

Secretaria de Trânsito capacita monitores do transporte escolar de Sinop

Segurança | 15 de Dezembro de 2021 as 17h 28min
Fonte: Roneir Corrêa - Assessoria da Prefeitura

Foto: Roneir Corrêa

Visando o bem estar do aluno e sobretudo a segurança da criança durante o transporte de casa para escola, a Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte Urbano ministrou uma capacitação aos monitores responsáveis por acompanhar os alunos da rede pública municipal no transporte escolar de Sinop. A palestra foi ministrada na manhã de hoje (15) na sede do Transporte Escolar de Sinop (TES).

Acessibilidade, mobilidade e qualidade de vida, estrutura urbana e sistema de transporte, o papel do monitor, a obrigatoriedade do monitor do transporte escolar, segurança dos passageiros do transporte escolar, o uso obrigatório dos equipamentos de segurança dentro dos veículos, o direito das crianças pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, transporte escolar na lei vigente, fiscalização e controle social, e, as formas corretas de comportamento do monitor diante da criança para dirimir conflitos, foram os temas abordados na palestra que teve duração de 3h.

O diretor do Departamento de Educação para o Trânsito (DET), Benhur Carvalho, foi o palestrante e explica que o principal objetivo do evento foi de capacitar os profissionais para garantir a segurança dos alunos dentro do ônibus. “Ministramos diversos assuntos, mas com destaque para os cuidados relacionados à segurança. Falamos dos equipamentos de segurança dispostos na legislação para o transporte, como cadeirinha ideal par idade e tamanho, a manutenção no banco, uso do cinto quando a idade exigir e a atenção para não serem arremessados dentro do veículo quando esse fizer conversão, bem como os demais dispositivos para uso diário em todos os veículos”, comentou.

Carvalho explica que a cadeirinha para crianças é um instrumento obrigatório e de extrema importância para garantir a integridade da saúde física da criança. “Temos, em Sinop, exemplos claros de que durante um acidente, por capotamento, por exemplo, em que os pais tiveram sequelas em decorrência do incidente e as crianças, por fazerem uso correto do equipamento, escaparam ileso. Então é um investimento que literalmente garante a vida”, disse.

Além da segurança, o especialista em gestão, educação e segurança no trânsito, capacitou os profissionais para lidarem com as crianças em momentos de conflitos. “É natural que em algum momento durante o transporte alguma criança se irrite com outra e inicie uma desavença entre eles e o monitor precisa estar capacitado para lidar com a situação sem que ofenda uma das partes. Então ensinamos que a postura do monitor deve ser sempre em resolver o problema de forma que os alunos tenham respeito e não crie aversão pelo profissional”, informou ele.

Considerando que os profissionais, além de monitores, são, também, condutores, foram repassados algumas das atualizações na lei de trânsito que entrou em vigor este ano. A principal alteração foi em relação ao transporte de crianças. Em motocicletas, por exemplo, só podem ser transportadas crianças com 10 anos acima e que tenham estatura que permita o alcance dos pés ao descanso traseiro. No caso do carro, a obrigatoriedade está relacionada à cadeirinha ideal para idade e tamanho da criança transportada.