Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sexta Feira 01 de Março de 2024

Menu

FRAUDE

Receita Federal investiga fraude de R$ 34 milhões com declaração do imposto de renda em MT

Segundo a instituição, entre 2018 e 2022, foram feitas 4.951declarações com dados falsos sobre despesas de saúde

Geral | 05 de Maio de 2023 as 11h 54min
Fonte: Redação G1-MT

Foto: Agência Brasil

Uma investigação realizada pela Receita Federal identificou, em Mato Grosso, 2.388 pessoas que declararam falsas despesas com serviços de saúde para reduzir o valor do Imposto de Renda (IR). Segundo a instituição, esses contribuintes fizeram, ao todo, 4.951 declarações com dados fictícios, informando o valor total de R$ 34,6 milhões.

A investigação faz parte da Operação Patógeno, deflagrada nessa quinta -feira (4) pela Receita Federal. Segundo o órgão, mais de 35 mil declarantes informaram pagamentos falsos em todo o país.

De acordo com a Receita Federal, as fraudes foram realizadas nas declarações de renda feitas entre 2018 e 2022.

Em um dos casos, um fisioterapeuta do estado declarou em 2021 ter recebido R$ 4,4 milhões de clientes de sete estados distintos. Para receber o rendimento declarado, seria necessário que ele trabalhasse 24 horas por dia, durante todos os 365 dias do ano, cobrando em média R$ 502 por hora.

Intimação

Segundo a Receita Federal, os profissionais de saúde investigados foram intimados para prestar esclarecimentos e, caso não comprovem a regularidade dos pagamentos, podem ter que pagar uma multa. O valor da penalidade varia em cada processo.

Além disso, de acordo com a instituição, os autuados podem ser alvo de representação no âmbito penal.

Quanto aos contribuintes que apresentaram recibos falsos, o órgão informou que abriu um prazo para que eles retifiquem as declarações que enviaram.

Ainda de acordo com a Receita Federal, só após as retificações será possível calcular o montante que deixou de ser arrecadado pelo governo federal com as sonegações.