Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa tarde, Domingo 14 de Julho de 2024

Menu

Defesa do meio ambiente

Promotoria realiza webinário sobre Justiça Climática na segunda-feira

Geral | 31 de Maio de 2024 as 16h 40min
Fonte: Clênia Goreth - Assessoria MPMT

Foto: Divulgação

A 15ª Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente de Cuiabá realizará no dia 03 de junho o “Webinário Semana do Meio Ambiente: Justiça Climática”, com a participação do coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Mudanças Climáticas (INCT), Carlos Nobre, um dos autores do 4º Relatório do IPCC, recebendo com toda a equipe do painel o Prêmio Nobel da Paz em 2007. O evento será transmitido pela plataforma Teams, das 8h às 12h (horário de MT). As inscrições podem ser feitas até o dia 02 de junho. Acesse aqui o link.

De acordo com a programação, a primeira palestra, com o tema “Projeto Abrampa pelo clima”, será ministrada pela advogada Vivian Ferreira. Na sequência, às 8h30, será realizada a palestra com o tema “A reparação integral do dano ambiental do Direito Brasileiro”, com o procurador do Estado de Mato Grosso Patryck de Araújo Ayala.

Às 9h, haverá a palestra “Litigância Climática no Brasil: Instrumentos e Especificidades”, com a coordenadora do Grupo de Pesquisa Direito, Ambiente e Justiça no Antropoceno (JUMA), Danielle de Andrade Moreira. Após as três palestras, às 9h30, haverá sessão de perguntas.

Na sequência, às 10h, ocorrerá a quarta palestra com o tema “Mudanças Climáticas, emergência para a humanidade”, com o coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Mudanças Climáticas (INCT), Carlos Nobre. Ainda no período da manhã, haverá a palestra “A Reparação dos Danos Ambientais no Contexto da Emergência Climática”, com a professora de Direito Ambiental da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, Ana Maria Nusdeo (USP).

O evento tem o apoio da Associação Brasileira dos Membros do Ministério Público de Meio Ambiente (Abrampa).