Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sábado 18 de Setembro de 2021

Geral

Promotoria quer saber se UPA direcionou pacientes para rede privada

Inquérito civil em andamento na Promotoria visa apurar indícios da prática de conduta desonesta na UPA.

Só em Chapada? | 13 de Setembro de 2021 as 18h 04min
Fonte: Assessoria MPMT

Divulgação

 

A 1ª Promotoria de Justiça Cível de Chapada dos Guimarães (a 67km de Cuiabá) publicou Edital de Chamamento Público convidando a população da cidade a colaborar com investigação sobre o atendimento a pacientes com suspeita de infecção pelo Novo Coronavírus via Sistema Único de Saúde (SUS). O objetivo é identificar pessoas que, ao procurar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município para atendimento nos anos de 2020 e 2021, tenham sido orientadas a realizar qualquer tipo de pagamento em laboratórios privados.

Inquérito civil em andamento na Promotoria visa apurar indícios da prática de conduta ímproba na UPA. “Importante consignar que a simples oferta da venda de exames laboratoriais privados para pacientes que procuram atendimento na unidade pública de saúde ao argumento de que os exames providenciados pelo SUS tomam muito tempo caracteriza conduta ímproba a ser apurada”, consta no edital.

Para colaborar com a investigação, é preciso enviar e-mail ou mensagem com a própria identificação ou da pessoa que sofreu tal cobrança, narrando brevemente os fatos (como dia, local e circunstâncias), para chapada@mpmt.mp.br ou (65) 3301-1516 - WhatsApp, ou por intermédio da Ouvidoria do Ministério Público no telefone 127 e no endereço eletrônico www.mpmt.mp.br.