Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sexta Feira 01 de Março de 2024

Menu

Arranca safra

Programa Arranca Safra avança na transformação das estradas rurais de Sinop: equipes atuam na região da 4ª parte

Entre as estradas contempladas estão Olinda, Luzia e Niete

Geral | 07 de Julho de 2023 as 12h 03min
Fonte: Everton Medeiros - Assecom

Foto: Assecom

O Programa Arranca Safra continua avançando e transformando as estradas vicinais da nossa cidade. Um exemplo é o trabalho executado na 4ª parte, onde as equipes da Secretaria de Municipal de Obras e Serviços Urbanos atuam nos serviços de levantamento com relação ao nível da água, compactação, substituição de tubos, cascalhamento e patrolamento. Entre as estradas contempladas estão Olinda, Luzia e Niete. O trabalho proporcionará mais qualidade de vida e dignidade aos produtores daquela região e demais usuários.

“É uma sequência de trabalho que já tínhamos iniciado na Gleba, estamos na estrada Olinda na 4ª parte, já recuperamos parte da luzia e Niete. São várias estradas beneficiadas com levantamento do nível da estrada, cascalhamento e patrolamento. Esse tem sido um grande trabalho realizado pela administração, e a exemplo do ano passado, onde recuperamos mais de 10 estradas, vamos continuar esse trabalho, fazendo as valas de escoamento, para que nas chuvas a gente continue a não ter problemas de alagamento e atoleiros”, destacou o subsecretário de obras, Lúcio Silva. 

O programa Arranca Safra integra o Sinop Mais Transformação (maior pacote de obras da história do município).  Entre os benefícios do Programa estão estradas com melhores condições de tráfego, mais segurança aos condutores, preservação do solo contra os processos de erosão e assoreamento, redução dos custos de transportes de insumos e produtos, além de vida útil prolongada das vias. O investimento do Arranca Safra é de recursos próprios e dos repasses do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab).