Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Terça Feira 16 de Abril de 2024

Menu

Calor extremo

Previsão é de dois graus acima da média em MT com alerta para consumo de energia

Energisa prevê impacto para famílias e antecipa ações para uso consciente de equipamentos que gastam mais.

Geral | 27 de Julho de 2023 as 12h 02min
Fonte: Assessoria Energisa

Foto: Assessoria Energisa

Mato Grosso deve ter temperatura até dois graus acima da média nos próximos meses, entre julho e setembro. Os dados são do Instituto Nacional de Meteorologia e monitorados dentro da força-tarefa que observa e previne os efeitos do clima no atendimento e fornecimento aos clientes.

A meteorologista e consultora da Energisa Mato Grosso Ana Paula Paes, comenta que este cenário de temperaturas acima do normal é sazonal e pode ainda ser influenciado pelo fenômeno El Niño, que gera o aquecimento dos oceanos e altera todo o fluxo climático do planeta. “Outros estados vão sentir mais. No entanto, Mato Grosso pode ser afetada. E esse fenômeno somado ao tempo quente e seco, cria um cenário de alerta pra saúde, pro meio ambiente e pra setores da economia como o de energia, que acaba sendo mais consumida”, explica a especialista.

No início da semana, o Inmet já emitiu um alerta de baixa umidade relativa do ar na região Centro-Oeste, com a previsão de valores inferiores a 30%. Segundo o gerente de serviços comerciais da Energisa, Roberto Vieira, o calor extremo aumenta as queimadas e pode criar uma bolha de consumo por equipamentos que precisam trabalhar mais para manter a temperatura baixa. “Por isso o alerta pro cliente já ficar de olho no próprio consumo, evitando um impacto forte na conta do fim do mês”, detalha o gerente.

O ar-condicionado e a geladeira são sem dúvida os maiores vilões, mas o uso consciente ajuda muito a regular o consumo. “No caso do ar, se eu tenho uma temperatura de 30 graus e preciso baixar pra 23, tem um esforço. Se eu tenho uma temperatura de 40 e preciso baixar pros mesmos 23, é uma necessidade de energia muito maior. Ou seja, o consumo vai aumentar mesmo se eu usar o ar em um tempo igual ao que já faço habitualmente. Então eu preciso fazer esse exercício pra reduzir esse consumo em uma ou duas horas pra não ter um aumento de custo”, destacou Roberto.

E pra diminuir o consumo vale até mesmo tomar cuidado na hora de comprar e instalar um equipamento de refrigeração. “O indicado é comprar uma geladeira, por exemplo, que tenha um consumo considerado “Classe A”, conforme o selo do Procel. E nunca deixá-la em casa em um lugar que pegue sol. Essa exposição vai gastar muito mais”, comentou o gerente de serviços comerciais.

O consumo de energia pode ser acompanhado pelos canais digitais energisa.com.br (site) e energisa on (aplicativo). Confira outras dicas:

 

Ar-condicionado

O aparelho deve ser pensando de acordo com o tamanho do ambiente em que será utilizado. Quanto maior o lugar, mais potente precisa ser;

Se o equipamento for antigo é importante programar a substituição por um novo, com maior eficiência;

Ao utilizar, garanta que as janelas e portas do ambiente estejam fechadas;

Use na temperatura entre 23°C e 24°C. Ao ficar muito tempo fora do ambiente, desligue-o;

Limpe os filtros a cada quinze dias. E faça uma higienização completa com profissional especializado entre seis meses e um ano, a depender da intensidade da utilização. A sujeira dificulta a passagem do ar e reduz a eficiência do equipamento.

 

Geladeira e freezers

Instale longe de locais ou equipamentos de aquecimento, como forno elétrico, fogão, churrasqueira e micro-ondas, e preferencialmente em um lugar que não pegue sol;

Procure reduzir as vezes em que são abertos, assim a conservação da temperatura interna será mantida com menor uso do compressor;

Evite guardar alimentos quentes;

Não use a parte de trás para secar roupas ou sapatos. Isso reduz a eficiência do equipamento;

Não desligue o equipamento à noite para ligá-lo na manhã seguinte;

Verifique constantemente se a vedação do equipamento está em boas condições.