Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Sábado 18 de Maio de 2024

Menu

Sinop

Prefeitura compra computador central de R$ 1,4 milhão

Switch Core vai substituir equipamento que já tem mais de 12 anos de uso e vai centralizar tráfego de dados

Geral | 12 de Março de 2024 as 17h 28min
Fonte: Jamerson Miléski

Foto: Divulgação

A prefeitura de Sinop está fazendo um investimento milionário na sua área de T.I (Tecnologia da Informação). Através do Pregão Eletrônico 115/2023, a gestão comprou um “Switch Core” – dispositivo que vai centralizar todo o tráfego de dados de computadores, notebooks e tablets da administração municipal.

O extrato de contrato foi publicado no Diário Oficial desta terça-feira (12). A licitação lançada no final do ano passado previa a aquisição de 16 itens, entre transceptores, switchs, cabos e demais componentes, bem como 300 horas de serviço técnico, a um custo teto de R$ 1,8 milhão. Quatro empresas participaram do certame. A concorrência baixou o valor dos equipamentos em quase R$ 400 mil.

A melhor proposta foi oferecida pela Heimdallr Cybersecurity LTDA, uma empresa com sede em Cuiabá. No contrato firmado com a prefeitura ela fornecerá todos os 16 itens licitados por R$ 1.483.816,00.

A maior parte do custo dessa compra são os switch’s de agregação. São dois do Tipo 1 (de 6400 GBPS e 32 portas), dois do tipo 2 (de 1760 GBPS e 48 portas) e um do tipo 3 (de 880 GBPS e 24 portas). Juntos esses 3 aparelhos custaram R$ 1,1 milhão. As 300 horas de serviço técnico custaram R$ 209 mil.

Na justificativa da aquisição a administração informa que pretende substituir o atual switch core, que tem mais de 12 anos de uso e já está defasado, “no final de sua vida útil, com risco de parada a qualquer momento”. Caso tal parada ocorra, toda a infraestrutura do município para de funcionar, pois é este equipamento que mantém toda a base computacional do município.

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e Marco Civil da Internet (MCI) exigem a gestão de dados e logs de todo o tráfego de rede de instituições públicas e privadas por no mínimo 90 dias após a sua coleta. Switches, SD-Wan segura, end points, access point, entre outros são necessários para execução dessa tarefa.

Com o novo computador central, a prefeitura terá uma modernização em sua infraestrutura de rede de computares, resolvendo o problema de comprometimento da capacidade operacional no transporte de dados (internet, voz, vídeo).

O segundo menor lance da licitação foi apenas R$ 3 mil a mais que a proposta vencedora.