Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sábado 24 de Fevereiro de 2024

Menu

Sinop

Prefeitura compra 28 mil munições para Guarda Municipal

Cartuchos de 9 mm e calibre .38 custaram mais de R$ 180 mil

Geral | 13 de Novembro de 2023 as 17h 39min
Fonte: Jamerson Miléski

Foto: Ilustrativa/Internet

São 550 cartuchos para cada agente da Guarda Municipal. Esse é o tamanho da compra de munição feita pela prefeitura de Sinop através da inexigibilidade de licitação 27/2023. A compra, feita dispensando a concorrência, junto à fábrica da CBC, está detalhada no contrato 087/2023, assinado no final de agosto desse ano.

No total a prefeitura de Sinop comprou 28 mil cartuchos, justificando que parte da munição será usada no treinamento da Guarda Civil Municipal Armada e o restante no porte das atividades diárias da força de segurança. Desde o ano de 2015 Sinop discute a implantação de uma guarda armada, a partir da Guarda municipal de Trânsito, criada no ano de 2006.

A maior parte da munição adquirida é do tipo 9 mm para treinamento. São 19 mil unidades desses cartuchos, cada um ao preço de R$ 5,86. Na compra também estão 7 mil munições calibre .38, também para treinamento, cada uma custando R$ 5,46. Os cartuchos “reais” a disposição da Guarda são 2 mil munições 9 mm, do tipo expansivo, ponta oca, com camisa metálica e núcleo de chumbo. Cada cartucho desses custou R$ 15,40.

O volume de munições adquiridas chegou a ser questionada pela comissão de licitação. Em documento, os secretário de Trânsito Valdir Sartorello justificou informando que as normas dos cursos de tiro exigem uma grande quantidade de disparos e que a quantidade a mais leva em conta possíveis “cartuchos falhados” ou disparos a mais que possam ser feitos.

Cursos de arma de fogo, pistola semiautomática, em regra, prevê 280 disparos. A especialização para arma longa, tipo carabina, mais 85 disparos. A Guarda Municipal pretende capacitar 51 agentes, homens e mulheres. Com isso, só em munição 9mm para treino serão 18.615 cartuchos – 400 a menos do que está sendo comprado.

No curso de revólver, são necessários 120 disparos, o que irá consumir 6.120 cartuchos de .38 para treino.

Uma vez que a Guarda esteja treinada, sobrarão as 2 mil munições reais, que correspondem a 39 balas por agente municipal.