Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Terça Feira 17 de Maio de 2022

Menu

Geral

Prefeito e 1ª dama pretendem gastar R$ 1,6 milhão em buffet e coffee break

Com licitação prefeitura quer servir refeições e petiscos para mais de 21 mil pessoas

Sinop | 13 de Abril de 2022 as 16h 21min
Fonte: Jamerson Miléski

Foto: Assessoria

Mais uma compra milionária será aberta pela prefeitura de Sinop na próxima terça-feira (19). Através do Pregão Presencial 06/2022, a gestão municipal pretende adquirir serviços de buffet e coffee break suficientes para servir 21.140 pessoas.

A compra é especificamente para atender as necessidades do Gabinete do Prefeito e da secretaria de Assistência Social – comandada pela primeira dama do município. Os recursos para pagar a conta, cujo preço teto está estimado em R$ 1.630.220,00 sairão do orçamento destas duas pastas.

Conforme o edital de licitação, que orienta a compra, divide a aquisição em 4 serviços diferentes. O primeiro são os serviços de buffet para atender 5.450 pessoas, sendo que o valor por cada refeição está orçado em R$ 97,60. Apesar do valor, o cardápio licitado é relativamente simples: 3 tipos de salada (uma de folhas com frutas e queijo, uma de brócolis e outra com legumes), arroz branco e a grega, canelone de presunto e queijo, talharim a carborana e farofas diversas. Os itens mais caros do prato são filé ao molho madeira e filé de frango ao molho de queijo. O serviço fecha com 3 sobremesas (mousse de chocolate, torta de limão e salada de frutas), sucos naturais, refrigerante e água. Só nesse item, a estimativa da prefeitura é gastar R$ 531 mil.

O segundo item do edital é um buffet “volante”, para 750 pessoas. O cardápio tem uma lista grande de salgadinhos, mini porções e petiscos, doces e salgados, além das mesmas bebidas do cardápio 1. O preço que a prefeitura pretende pagar por cada pessoa nesse buffet é de R$ 70,00.

O valor por pessoa é o mesmo para os dois tipos de coffee break licitados pela prefeitura, embora os cardápios sejam mais “enxutos”. No que o edital chama de coffee break tipo 2, a prefeitura listou 13.800 pessoas a serem servidas. O coffee break tipo 1, mais 1.140 refeições. A diferença entre os dois cardápios é que um possui mais salgadinhos fritos e assados e o outro tem mais cara de café da manhã, com diferentes tipos de pães e patês.

Os serviços de buffet e coffee break a serem contratados pela prefeitura incluem além da comida, a cozinha, copa e salão. A empresa contratada terá que fornecer as louças, talhares e demais equipamentos necessários ao serviço. O edital exige, inclusive, no mínimo um garçom para cada 15 pessoas servidas.

O volume a ser contratado com a licitação deve ser fornecido conforme solicitação da prefeitura, em eventos que serão realizados ao longo de um ano. No edital, a gestão justifica a compra dizendo que “a realização de eventos faz parte do processo de desenvolvimento da gestão atual, frente às necessidades de divulgação das atividades realizadas, bem como a promoção social do município. Igualmente, dá base às articulações sociais, econômicas e crescimento local”.

A gestão cita no edital que a realização de eventos sofrerá aumento significativo, e cita como exemplo de ações abastecidas por essa licitação o 47º Aniversário da Cidade, Projeto Selo Assistência, Projeto Família Acolhedora, Campanha Siamp e Programa ACESSUAS.

 

Troco em marmita

Um dia depois de receber as propostas para os serviços de buffet e coffee break, a prefeitura vai abrir o pregão para compra de “marmitex”. São dois certames para essa finalidade, um que será realizado no dia 20 de abril e outro no dia 28 de abril.

Somando os dois editais, a prefeitura está estimando gastar R$ 1,4 milhão – quase R$ 200 mil a menos do que o orçado com a licitação de buffet. Embora o valor seja menor, com esses dois pregões a prefeitura pretende adquirir 88.709 marmitas – 4 vezes mais refeições do que será adquirido com a licitação dos buffet.

A diferença está no valor de cada refeição. Enquanto a comida dos eventos custará entre R$ 70,00 à R$ 97,60 por pessoa, as marmitas estão orçadas entre R$ 16,00 e R$ 19,00 cada.