Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Sábado 18 de Maio de 2024

Menu

Segundo estudo

Preço da energia solar sofre redução de 31% e Mato Grosso tem a segunda menor tarifa do Brasil

Em todo país, houve uma redução média de 31% motivada pela queda do preço dos equipamentos solares, dólar e importação dos fretes

Geral | 19 de Fevereiro de 2024 as 09h 51min
Fonte: O documento

Foto: Divulgação

Estudo da Radar Solfácil apontou que em Mato Grosso o preço médio da energia solar caiu em 31% em 2023 em comparação com o ano anterior. O valor que era de R$ 4 o watt-pico (Wp) no último quadrimestre em 2022 baixou para R$ 2,76 Wp nos últimos quatro meses de 2023. Com isso, Mato Grosso tem a segunda tarifa mais barata do país, atrás apenas do Mato Grosso do Sul (R$ 2,75 Wp).

Em todo país, houve uma redução média de 31% motivada pela queda do preço dos equipamentos solares, dólar e importação dos fretes. Apenas no último trimestre do ano passado, a redução foi de 8%.

A região Centro-Oeste, apresentou no fim de 2023 o valor médio por potência instalada de R$ 2,77 Wp, uma redução de 32% em relação ao ano de 2022, quando era de R$ 4,07 Wp. Segundo a Solfácil, é a região com o valor médio mais barato do Brasil.

O estudo afirma que, mesmo com o preço da média nacional, as condições geográficas tornam o Nordeste uma das regiões mais vantajosas para se investir em energia solar.

Para Fabio Carrara, CEO e fundador da Solfácil, a redução de preços da energia solar é uma boa notícia para os consumidores brasileiros, que estão enfrentando uma alta nos preços da energia elétrica. Além disso, com preços mais acessíveis, mais pessoas poderão adotar a energia solar como uma fonte limpa e econômica.

“Nunca foi tão viável ter um sistema de energia solar em casa. Os preços dos equipamentos solares têm caído aceleradamente nos últimos meses. A queda da taxa Selic também tem permitido que mais pessoas tenham energia solar em casa, pois o financiamento fica mais barato e acessível”, complementou.