Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa tarde, Domingo 03 de Março de 2024

Menu

R$ 7 milhões

Operação prende trio por negociar resgate de pai de prefeito em MT

Filho de fazendeiro efetuou PIX de R$ 1 mil para trio

Geral | 22 de Outubro de 2023 as 19h 44min
Fonte: Folha Max

Foto: Reprodução

Uma operação integrada entre a Polícia Militar e a Polícia Civil prendeu, na tarde deste domingo (22), três suspeitos de participarem do grupo que sequestrou o produtor rural Edson Joel de Almeida Meira, o “Edinho Meira”, pai do prefeito de Jangada, Rogério Meira (PSD). Um dos suspeitos usava tornozeleira eletrônica e eles seriam os responsáveis por fazer o pedido de resgate aos familiares da vítima.

Um casal foi preso em Nova Marilândia, enquanto uma mulher foi detida em Nova Olímpia. A operação integrada agora trabalha para encontrar o cativeiro e a vítima.

O trio foi preso após um familiar de Edinho Meira ter feito um PIS de R$ 1 mil para que os criminosos enviassem um vídeo do produtor rural ainda com vida. Com os dados, a polícia conseguiu rastrear os bandidos e efetuou as prisões.

Edinho Meira foi sequestrado no início da manhã deste domingo, ao chegar em sua propriedade. De acordo com o boletim de ocorrência, oito criminosos, sendo seis homens e duas mulheres, chegaram na propriedade pelos fundos.

Os bandidos estavam armados e a todo momento mostravam a foto de Edinho Meira, dizendo que queriam apenas ele e não levariam nada do local. Os criminosos sabiam até mesmo que o produtor rural estaria na propriedade ao amanhecer do dia.

Assim que chegou ao local, Edinho Meira foi rendido pelos bandidos que o doparam, o fizeram de refém e fugiram com ele, na Fiat Toro da vítima. Ao abordarem o pai do prefeito, eles teriam falado “Você agora já era, velho”. Os bandidos teriam pedido um resgate de R$ 7 milhões e teriam dito que queriam “dinheiro de Prefeitura”. Os criminosos também teriam enviado um vídeo com o fazendeiro no cativeiro.

Uma testemunha disse ter reconhecido um dos suspeitos e que o mesmo estaria na propriedade há cerca de uma semana, e que na ocasião, o criminoso e a vítima teriam discutido por conta de uma dívida. Uma adolescente, que mora no local, também disse já ter visto um dos bandidos e que ele teria pernoitado na casa durante os dias em que foi realizado um rodeio na cidade.

A Fiat Toro de Edinho Meira foi encontrada pela Polícia Rodoviária Federal em Várzea Grande, nas proximidades do Trevo do Lagarto, sem nenhum ocupante no interior do veículo.