Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Quarta Feira 18 de Maio de 2022

Menu

Geral

Novo Fórum será 10% menor mas 40% mais caro

Projeto elaborado em 2019 será enxugado, mas aumento do custo de construção tornará obra mais cara

Sinop | 08 de Abril de 2022 as 17h 07min
Fonte: Jamerson Miléski

Foto: GC Notícias

Ontem, quinta-feira (8), um grupo de lideranças de Sinop esteve no Tribunal de Justiça, pela segunda vez, para tratar das modificações no projeto de construção do novo fórum no município. A articulação para a edificação de uma nova sede para o poder judiciário local tem mais de 3 anos. O primeiro projeto foi feito em 2019, antes das transformações ocorridas no trabalho do judiciário em função da pandemia.

Apesar do Tribunal de Justiça ter firmado um convênio com a prefeitura de Sinop para construção do Novo Fórum, a obra não se concretizou. Em dezembro de 2019 o próprio TJ rompeu o convênio, alegando falta de recursos. A eclosão da pandemia no país, em março de 2020 deixou o projeto em suspenso, até o começo de 2022, quando lideranças locais retomaram os pleitos. A resposta do TJ é de que o novo fórum de Sinop teria que se ajustar a realidade do poder judiciário pós-pandemia.

Mas que ajustes são esses? Segundo o engenheiro responsável pelo projeto e atual diretor do Prodeurbes, Waldomiro dos Anjos, o novo fórum será 1,3 mil metros quadrados menor. Ao invés dos 12.666 m² projetados em 2019, a planta atual terá 11.300 m² – uma redução de pouco mais de 10%.

O que muda basicamente são os escaninhos nas secretarias – espaços usados para guardar os processos físicos em tramitação. Eles praticamente desaparecem no novo projeto. Também há alterações sutis nos espaços de uso coletivo. O layout geral do projeto, a fachada e designer arquitetônico serão praticamente idênticos ao projeto de 2019.

Na época, a estimativa era de que seriam necessários R$ 41,6 milhões para construção do novo fórum. Para Waldomiro, embora o projeto tenha sido enxugado, a obra deve ultrapassar significativamente esse valor. O engenheiro comparou com a construção do fórum de Alta Floresta, cujo projeto ficou 28% mais caro em razão do aumento nos preços dos materiais. No caso de Sinop, explica ele, onde tem mais área de serviço e estacionamento asfaltado, esse incremento deve chegar à casa dos 40%. “Os derivados de petróleo tiveram um aumento bem acima da média dos demais materiais, e isso implica”, argumentou.

A estimativa é de que o poder judiciário precise gastar entre R$ 55 a R$ 60 milhões na obra do novo fórum de Sinop. Um orçamento preciso deve ser fechado dentro de 30 dias.