Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Sábado 13 de Julho de 2024

Menu

Caso atípico

Noivo morre horas antes do casamento, e noiva descobre traição de um ano, nos EUA

Ele enviou mensagens pervertidas à amante poucos dias antes da cerimônia

Geral | 21 de Maio de 2024 as 07h 13min
Fonte: O Globo

Foto: Reprodução

Uma noiva de Long Island, em Nova York, nos Estados Unidos, perdeu o suposto amor de sua vida horas antes de subir ao altar, em agosto de 2020. Kaitlin Palmieri perdeu o noivo Eric no dia que deveria ser o mais importante da relação dos dois, mas anos depois, descobriu que foi traída por mais de um ano.

Em entrevista ao jornal americano The Post, Kaitlin contou que ficou inconsolável até saber da traição em novembro de 2023. No dia que Eric celebraria seu aniversário de 37 anos, ela descobriu que o noivo teve uma amante por mais de um ano, e enviou mensagens pervertidas poucos dias antes do casamento.

Segundo a mulher, a reação foi de decepção e raiva. “Parecia que eu estava emocionalmente presa, e não conseguia correr para lugar nenhum. Tive muita frustração, e não tinha onde colocá-la. Ele se foi. Eu estava desesperada para que alguém me dissesse que não era verdade, mas no meu coração eu sabia que era”.

Kaitlin e Eric — Foto: Reprodução

Kaitlin e Eric — Foto: Reprodução

 

A descoberta

Kaitlin começou a desconfiar da traição quando achou uma homenagem para um homem chamado Eric nas redes sociais, no dia que seria o aniversário dele em 2023. Na postagem, uma mulher falava sobre o namorado, que tinha o mesmo nome e havia falecido na mesma data que o rapaz.

Depois de entrar em contato com a usuária para saber mais informações, Kaitlin foi surpreendida com a verdade. Eric estava com a amante havia mais de um ano, e a conheceu em um aplicativo de relacionamento. Os dois se encontravam desde março de 2019 até o dia de sua morte, em 2020.

“As últimas mensagens que eles compartilharam eram sexuais e repugnantes. Eric as enviou para ela sete dias antes do nosso casamento”, contou ela.

Desde o falecimento de Eric, Kaitlin deixou seu apartamento, em Long Island, e voltou para a casa dos pais, que lhe dão todo o suporte para que ela enfrente os transtornos, como depressão e ansiedade, que a comprometem desde que descobriu a traição. “É culpa dele. Tenho todo o direito de estar com tanta raiva quanto sinto”.