Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sábado 24 de Fevereiro de 2024

Menu

Sinop

Nenhuma empresa fez proposta para obra do ‘puxadinho’ no cemitério

Prefeitura prorrogou a data de abertura da licitação na tentativa de não perder o certame

Geral | 18 de Outubro de 2023 as 17h 03min
Fonte: Jamerson Miléski

Foto: Divulgação

Mesmo com um preço teto cravado em R$ 2,7 milhões, nenhuma empresa apresentou propostas na licitação para construção de um bloco de sepultamento vertical no cemitério municipal de Sinop. A concorrência pública 006/2023 foi aberta no dia 11 de outubro. Como nenhuma proposta foi recebida pelo poder público, a prefeitura optou por prorrogar o prazo de abertura do certame, que foi remarcado para o dia 16 de novembro.

Com mais um mês de prazo, a prefeitura espera atrair alguma construtora interessada em executar a obra. Esse bloco de sepultamento vertical – por hora visto como um “puxadinho” - foi a alternativa adotada pela gestão municipal para contornar o problema da falta de espaço para novas covas no cemitério municipal.

A licitação lançada pela prefeitura é para a construção de uma ala vertical com 14 blocos, cada um com 5 níveis e 60 gavetas. A estrutura abrirá espaço para 840 sepultamentos – vagas que na atual demanda do cemitério municipal deverão ser preenchidas em 140 dias. O prazo de construção estabelecido em edital é de 300 dias.

Os blocos de sepultamento vertical terão uma área construída de 2,1 mil metros quadrados. A estrutura guarda as normas técnicas necessárias, trazendo em seus projetos, por exemplo, tubulações e tanques sépticos para recolhimento do necrochorume – líquido altamente contaminante resultado da decomposição dos corpos.

A licitação é na modalidade menor preço. O valor teto estipulado pela gestão foi de R$ 2.779.367,83. Os primeiros levantamentos realizados apontaram um custo estimado em R$ 2,5 milhões.

O Cemitério Municipal foi instalado no ano de 1974 e atualmente conta com mais de 10 mil pessoas sepultadas.