Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sábado 02 de Julho de 2022

Menu

Geral

Movimento Por Uma Nova OAB afirma não ter contratado empresa de pesquisas

Nota de esclarecimento | 12 de Outubro de 2021 as 10h 48min
Fonte: Assessoria

Foto: Assessoria

Alguns veículos de imprensa, sem consultar o líder do Movimento Por uma Nova OAB, acusou o grupo de divulgar fake news, na data de hoje (11/10/2021). Isso em razão de que começou a circular um link originário de uma pessoa que se identificou como Marli, supostamente contratada por outra pessoa chamada Laura, que se identificou como funcionária da empresa Vetor Pesquisas.

Essa pessoa denominada Marli abordou advogados solicitando aos mesmos que respondessem a uma pesquisa eletrônica, com o tema Eleições OAB/MT 2021. Para isso, enviou link para que as perguntas fossem respondidas.

Em conversa com advogado, foi indagada sobre o link, se o mesmo poderia ser enviado a outros advogados para que também participassem da pesquisa, ao que respondeu afirmativamente. Nesse momento, o link começou a circular. Os advogados encaminharam o link imaginando se tratar de uma pesquisa online, como tantas outras enquetes realizadas nas redes sociais (Instagram, Facebook, Whattsapp, dentre outros). Algumas dessas enquetes foram inclusive publicadas por veículos de imprensa locais. Posteriormente o link foi desativado.

Após a desativação do link supostamente de uma pesquisa contratada da Vetor, outro link - este sem identificação - também começou a circular, e alguns advogados, usando da boa-fé, compartilharam esse segundo, imaginando se tratar do mesmo.

Uma pessoa não identificada procedeu ligação telefônica para a pessoa identificada como Laura. Essa por sua vez confirmou que trabalha para a Vetor Pesquisas e que contratou a Marli. Afirmou também que a Marli fez uma divulgação indevida do link, e que a mesma deveria ter utilizado somente o link para inserir informações adquiridas através das ligações. Por esse motivo a pesquisa foi cancelada.

Insta ressaltar que, de acordo com as regras eleitorais vigentes, a contratação de pesquisas ANTES do registro das chapas é PROIBIDA. Assim, concluímos que o segundo link pode ter sido criado com a intenção de confundir as pessoas e criar a sensação de que fora feita por um apoiador do Movimento Por uma Nova OAB, versão que refutamos com veemência.

Afirmamos e reiteramos que o Movimento Por uma Nova OAB:

- Nunca contratou a Vetor Pesquisas;

- Não contratou qualquer instituto para realização de pesquisas neste período;

 - Não se utilizou de meios eletrônicos para tanto.

Lamentamos que esta pré-campanha tenha tomado essa direção. O Movimento Por Uma Nova OAB pauta pela renovação da nossa Ordem, tanto durante o pleito eleitoral quanto durante uma futura gestão. Dessa forma, não praticamos e não admitiremos práticas nefastas da velha política dentro da OAB Mato Grosso.

Movimento Por Uma Nova OAB.