Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa tarde, Terça Feira 19 de Outubro de 2021

Geral

Menino sobrevive a incêndio se abrigando dentro de geladeira

Incidente aconteceu no Bairro Altos da Serra, em Cuiabá

Mãe tinha ido a uma festa | 09 de Julho de 2021 as 15h 58min
Fonte: Gazeta Digital

Um verdadeiro milagre fez com que um menino de 2 anos e meio sobrevivesse a um incêndio que tomou conta de sua casa, no bairro Altos da Serra, em Cuiabá, durante a madrugada. Ele se escondeu dentro da geladeira, em uso, e teve apenas arranhões. A mãe tinha saído e deixado a criança sozinha durante a noite.

Segundo informações do Conselho Tutelar, vizinhos perceberam o fogo e agiram para apagar as chamas. Ao vasculhar o local para ver se tinham alguém no imóvel, acharam o menino encolhido dentro da geladeira, único bem que resistiu ao calor.

O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas o fogo já estava controlado. O menino foi levado para atendimento médico e realizou exames que constaram sua boa saúde. Ele tinha apenas alguns arranhões.

A mãe só apareceu horas após o ocorrido. Por volta das 7h um vizinho conseguiu contato com ela e, depois, o Conselho Tutelar falou com a mulher. No primeiro momento ela disse que saiu para trabalhar, mas depois admitiu que tinha ido a uma festa.

Ela foi presa e o caso é investigado pela Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica). Segundo a conselheira Jucilene Xavier, aparentemente o menino está há muitas horas sozinho. Ele foi alimentado e estava com muita fome. Comeu tudo o que lhe ofereceram, pão, leite e o que havia disponível. Ele não estava desnutrido e não aparentava maus tratos, apenas estava com as unhas sujas, provavelmente da fumaça.

“Nós, a promotora, nunca vimos algo assim. Estamos todos chocados com a situação. É um milagre essa criança estar bem. Parece que foram anjos que pegaram e colocaram na geladeira”, comenta a conselheira.

Como não foi localizado nenhum familiar, a criança foi entrega ao abrigo para menores.