Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Sábado 13 de Julho de 2024

Menu

Entenda a coincidência

Mato Grosso tem 27 municípios que comemoram aniversário nesta segunda

Há duas grandes razões para as cidades terem sido fundadas de uma só vez, explica um historiador

Geral | 13 de Maio de 2024 as 12h 51min
Fonte: Redação PP

Foto: Divulgação

Mato Grosso tem 27 cidades  fazendo aniversário nesta segunda-feira (13). Veja quais são e entenda a coincidência sobre a data.

As cidades aniversariantes são:

  • Campinápolis

  • Cocalinho

  • Vila Rica

  • Porto Alegre do Norte

  • Terra Nova do Norte

  • Itaúba

  • Vera

  • Nova Canaã do Norte

  • Novo Horizonte do Norte

  • Peixoto de Azevedo

  • Marcelândia

  • Sorriso

  • Nova Olímpia

  • Indiavaí

  • Comodoro

  • Porto Esperidião

  • Reserva do Cabaçal

  • Primavera do Leste

  • Novo São Joaquim

  • Alto Taquari

  • Guarantã do Norte

  • Figueirópolis d’Oeste

  • Araguaiana

  • Paranaíta

  • São Félix, Pedra Preta

  • Tangará da Serra

As 20 primeiras foram criadas em 1986. Nestes municípios, é feriado neste dia.

As cidades de Guarantã do Norte, Figueirópolis d’Oeste, Araguaiana e Paranaíta também foram emancipadas em 13 de maio de 1986, porém, nestes quatro municípios não é feriado e as administrações públicas não comemoram a data.

As cidades de São Félix, Pedra Preta e Tangará da Serra, foram criadas no ano de 1976.

Como já explicou o historiador João Carlos Vicente Ferreira, há duas grandes razões para as cidades terem sido fundadas de uma só vez. A primeira, é referente à carga histórica que o dia 13 de maio representa, pois foi nesse dia que houve a abolição da escravidão no Brasil.

Já a segunda, para ele, é que a data, na verdade, foi uma estratégia política do ex-governador do estado Júlio Campos (União Brasil), que atualmente é deputado estadual.“Mato Grosso era governado pelo então governador Júlio Campos, e naquele período, não tínhamos a questão da reeleição, e ele, político por natureza, percebeu que teria que sair do cargo e alçar um novo plano. Ele foi deputado constituinte, então, foi uma estratégia política. Afinal de contas, a Assembleia criou todos esses municípios, mas quem instituiu foi ele”, explicou.

Outro ponto interessante é a associação à libertação dos escravos, pois a data sugere na mente das pessoas a libertação de algo que os oprime. No caso do distrito, é localidade de pessoas que construíram um ponto de moradia e que, com seu trabalho, proporcionaram crescimento e almejam o progresso.

“É esse o espírito de liberdade. De libertarem-se das obrigações ligadas ao município-mãe. Toda vez que um município maior recebe um recurso, ele vai repassar quando bem entender para seus distritos e vilarejos, e então, é uma espécie de libertação”, completou o historiador.

 

Outra versão

O deputado Júlio Campos tem outra explicação para a criação dos municípios. Ele disse que naquela época as eleições ocorriam em 15 de novembro e não em outubro, como é hoje, e que a lei dizia que nenhum município poderia ser criado a menos de seis meses das eleições.

“Por isso, têm muitos municípios que fazem aniversário dia 13, porque era o tempo hábil para as eleições”, comentou o deputado, que era o governador, quando 24 municípios foram criados, entre eles, Primavera do Leste, Indiavaí e Cocalinho.