Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Domingo 14 de Julho de 2024

Menu

Tragédia

Mãe sai para comemorar cura do câncer e morre com o filho em acidente na volta do passeio

Família retornava do parque Beto Carreiro World, em Santa Catarina

Geral | 10 de Julho de 2024 as 10h 22min
Fonte: O tempo

Foto: CVM-SC/Divulgação

Uma mulher de 33 anos e o filho, de apenas 5, morreram de forma trágica, no último domingo (07), em um grave acidente na BR 282, em Lages, serra de Santa Catarina. No carro, também estavam o marido e o outro filho mais velho do casal. A família voltava do Beto Carreiro World e comemorava a cura do câncer da mãe, que acabou morrendo no acidente.

Beatriz Frederico estava com o filho caçula no banco traseiro do carro. O veículo bateu de frente com outro carro que era conduzido por uma policial militar de São Miguel do Oeste. O marido de Beatriz, Deivid Francis de Oliveira, 36 anos, e o filho mais velho do casal, de 16, sobreviveram ao acidente. Os dois ocupavam os bancos da frente do carro.

O Corpo de Bombeiros da região informou que pai e filho foram resgatados e encaminhados para o hospital, onde passaram por cirurgias. A barbearia que Deivid trabalha emitiu uma nota atualizando o estado de saúde dos sobreviventes:

"Comunicamos com imenso pesar e dor no coração, o falecimento da esposa do Deivid, Beatriz Frederico, e do seu filho mais novo. Informamos também sobre o real estado de saúde do Deivid e seu filho mais velho. Ambos se encontram hospitalizados no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres e passaram por cirurgia. Segundo informações médicas, estão bem e não correm risco de vida", diz o comunicado.

Familiares das vítimas afirmaram em entrevistas para a imprensa que a família estava de férias e comemoravam a cura do câncer de Beatriz, que se libertou da doença há um mês. 

Laís Dela Justina, prima da mulher,  disse, à NSC TV, que Beatriz era uma "mãe protetora". As vítimas, mãe e filho, foram sepultados no Cemitério Parque da Saudade, em Lages.