Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sexta Feira 01 de Março de 2024

Menu

Superação

Jovem com paralisia cerebral vence desafios e conquista vaga na UFMT

Para ajudá-lo a concluir sua formação com sucesso, uma amiga da família criou uma vakinha

Geral | 29 de Março de 2023 as 10h 37min
Fonte: Nathalia Okde -Redação PP

Foto: Reprodução

Rafael Douglas de Matos, de 25 anos, tem paralisia cerebral, por isso, tem tetraplegia espástica e não desenvolveu a fala, porém isso nunca o limitou. Após anos de estudo em escola pública ele conseguiu, sozinho, ser aprovado para o curso de Ciências da Computação na UFMT.

Nascido em Chapada dos Guimarães e morador da Estrada da Guia (MT-010), Rafael mora com a mãe, Carmem. Com a renda de diarista, ela cria sozinha ele, outros cinco filhos e um sobrinho.

“Eu gosto de chamar Rafael de “Rafael, o imparável”, afirma Mariana da Costa Ribeiro, procuradora do Estado e amiga da família.

Mariana conta que ele é extremamente inteligente e conseguiu, sozinho, escrevendo apenas com o dedo do pé, ser aprovado no ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) o que garantiu seu ingresso para o curso de Ciências da Computação.

A mãe dele explica que todo o processo de inscrição, tanto para o ENEM quanto para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada), foram iniciativas do próprio Rafael, que comemora feliz a conquista.

“O que eu acho mais bonito na história do Rafael é que ele tem plena ciência do valor dele. Ele é feliz, extrovertido e sabe que é capaz”, ressalta Mariana.

As aulas começaram há pouco tempo e Carmem é quem leva o filho para as aulas. Segundo a procuradora Mariana da Costa, eles precisam diariamente fazer um trajeto de 1h40, pelo menos, para chegar à faculdade todos os dias.

Novo Projeto 2

(Foto: Redes sociais)

“São dois ônibus e uma longa caminhada por estrada de terra até o ponto de ônibus. Para voltar pra casa, gastam o mesmo tempo”, conta Mariana. Ela explica ainda que, devido à essa logística, Carmem fica inviabilizada de trabalhar.

Para ajudar Rafael a concluir sua formação com sucesso, a amiga da família criou uma vakinha para ajudá-lo a adquirir uma cadeira de rodas motorizada; uma reforma no quarto em que ele estuda e dorme; e um carro para a mãe dele, para facilitar o transporte para a faculdade.

“Sabemos que Rafael é um vencedor e merece concluir sua formação com sucesso e, pra isso, pedimos a colaboração de todos pra ajudá-lo a instrumentalizar esse sonho”, diz trecho da publicação.

A vakinha está disponível neste link.