Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Quarta Feira 29 de Junho de 2022

Menu

Geral

Identificado um dos quatro mortos em acidente na BR-163 em Sorriso

Corpo de Cleverson Rodrigo Felipp foi trasladado para Ampére (PR)

Identificado | 21 de Junho de 2022 as 16h 30min
Fonte: Portal Sorriso

Foto: Portal Sorriso

Foi identificada uma das vítimas do acidente fatal registrado na tarde de domingo (19), na BR-163, em Sorriso. Trata-se de Cleverson Rodrigo Felipp, de 48 anos, cujo corpo foi trasladado para o município de Ampére (PR). 

A identificação ocorreu por meio de exame necropapiloscópico, uma vez que o corpo da vítima foi parcialmente carbonizado, diferente dos demais (outras três pessoas) que tiveram os corpos completamente queimados pelas chamas. 

Mulher está entre as vítimas

De acordo com o gerente-regional e técnico em necropsia, Ediel de Castro Souza, a família de Cleverson fez contato e, após isso, foi feito confronto dos dados levantados.

Apesar da carbonização do corpo, o sexo de outra vítima foi identificado. "Durante exame visual foi visto que uma das vítimas é do sexo feminino. Aguardamos familiares fazerem contato, que pode ser pelo telefone [66] 99634-4742".

Os corpos das três vítimas seguem no Instituto Médico Legal (IML), onde devem permanecer por três meses, aguardando a identificação por meio do DNA. 

O acidente

Segundo testemunhas, o acidente ocorreu após um caminhão de frutas, carregado com melancia, reduzir a velocidade durante uma ultrapassagem forçada. O veículo trafegava sentido Sorriso.

O motorista de uma carreta, que seguia logo atrás, jogou seu veículo para o meio da pista e bateu de frente com outra carreta na tentativa de evitar colidir violentamente com a traseira do caminhão.

Os dois veículos pegaram fogo na hora e os motoristas morreram carbonizados. Um deles ainda conseguiu sair do veículo. Outros motoristas tentaram ajudá-lo jogando uma corda para resgatá-lo, mas ele não conseguiu se livrar das chamas.

O outro motorista ficou preso às ferragens. Já o motorista do caminhão sofreu escoriações e ficou em estado de choque. A rodovia foi totalmente interditada até que a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) fizesse o levantamento do acidente e as equipes da Rota do Oeste retirassem os destroços da pista.