Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Domingo 21 de Abril de 2024

Menu

Tribunal do crime

Homem que decapitou duas pessoas é condenado a 26 anos de prisão

Alysson Matos de Oliveira foi condenado por dois homicídios qualificados

Geral | 12 de Março de 2024 as 09h 57min
Fonte: Redação com assessoria

Vítimas do Homicídio e o local onde os corpos foram encontrados Foto: Divulgação

Denunciado pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso por dois homicídios qualificados ocorridos em Tapurah, o réu Alysson Matos de Oliveira foi condenado na sexta-feira (8) a 26 anos de prisão. Os crimes foram cometidos contra Riquelme Souza Félix e Joel Pereira da Siva, ambos foram decapitados.

Durante o julgamento, os jurados acolheram a tese defendida pelo MPMT e entenderam que os crimes foram praticados por meio cruel, com a utilização de recurso que dificultou a defesa da vítima e por motivo torpe. A pena aplicada considerou ainda a prática dos crimes de ocultação de cadáver e corrupção de menores.

Conforme sustentação feita em plenário pelo promotor de Justiça Marlon Pereira Rodrigues, as provas apresentadas revelam que houve um "tribunal do crime" por parte de integrantes de facção criminosa por acreditarem que as vítimas eram de outra facção. “Executaram-nas com crueldade, mediante remoção das cabeças enquanto ainda estavam vivas. A polícia obteve o vídeo das duas execuções, em que os suspeitos foram identificados”, afirmou o promotor de Justiça.

Segundo ele, no dia 21 de fevereiro deste ano, outro suspeito foi julgado e condenado por participação nos referidos crimes.