Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Sexta Feira 01 de Julho de 2022

Menu

Geral

Governo lamenta o falecimento do ex-comandante-geral da instituição

Jorge Luiz conquistou o mais alto cargo da instituição entre 2016 e 2017; o coronel passava por um procedimento de cateterismo em Cuiabá quando sofreu uma parada cardíaca e não resistiu

Luto | 07 de Dezembro de 2021 as 15h 22min
Fonte: Assessoria PMMT

Foto: Secom

É com profundo pesar que o Governo de Mato Grosso, por meio da Polícia Militar de Mato Grosso, informa o falecimento do ex-comandante da PMMT, coronel Jorge Luiz de Magalhães, de 53 anos, no início da noite desta segunda-feira (06.12), na Capital. 

Coronel Jorge Luiz passava por um procedimento de cateterismo no Hospital São Mateus, quando sofreu uma parada cardíaca e não resistiu. O policial militar ingressou na instituição no ano de 1991. Comandou importantes unidades da PMMT na região metropolitana e no interior do Estado, além de conquistar o mais alto cargo da instituição, o de comandante–geral da PMMT, nos anos de 2016 a 2017. Atualmente, Jorge Luiz estava trabalhando na Coordenadoria Militar do Ministério Público Estadual.

"Sentimos pela perda e estamos em oração pela família, amigos e todos que conviveram com o coronel Jorge Magalhães", lamentou o governador Mauro Mendes e a primeira-dama Virginia Mendes.

Para o comandante–geral da PMMT, coronel Jonildo José de Assis, o ex-comandante deixa seu legado na história da corporação. “O coronel Jorge Luiz formou na Polícia Militar do Estado de Goiás, serviu em unidades importantes, como o 1º Comando Regional de Cuiabá, Água Boa, e tantas outros Batalhões. É sem dúvida uma grande perda para nossa instituição”. 

O Comando Geral da Polícia Militar e toda sua tropa lamenta a repentina perda do oficial, que deixa esposa e filhos, para os quais oferece apoio e as mais sinceras condolências. Para se despedir do valoroso militar, a PM está organizando o cortejo fúnebre para prestar as merecidas honras militares ao coronel.