Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sexta Feira 01 de Julho de 2022

Menu

Geral

Frente de obras altera o tráfego na BR-163

Trecho sob concessão tem 14 equipes de manutenção em campo

Posto Gil | 28 de Abril de 2022 as 10h 21min
Fonte: Assessoria Rota do Oeste

Foto: Assessoria Rota do Oeste

O tráfego no norte da BR-163, região conhecida como Posto Gil, ficará alterado para atividade de recuperação funcional do pavimento, que prevê a melhoria nas condições de trafegabilidade em pontos estratégicos identificados pela Concessionária Rota do Oeste. Para a atuação da frente de obras, o fluxo de veículos será operado em ‘Pare e Siga’ por um período de 45 dias, tempo necessário para conclusão da atividade de manutenção.

O serviço conta com um cronograma de atuação, que pode ser acompanhado diariamente no site da Rota do Oeste, na aba Alertas (Rota Informa | Rota do Oeste). Assim, os usuários conseguem verificar os pontos com obras e programar a viagem. Atualmente, a Rota do Oeste conta com 14 frentes de obras no trecho sob concessão.

O reforço nas atividades faz parte do compromisso da Concessionária em restabelecer o pavimento da BR-163/364 que ficou bastante prejudicado durante o período chuvoso, que foi mais prolongado este ano e resultou em maior deformidade da pista.

No segmento do Posto Gil, em Diamantino, a empresa contratada pela Rota do Oeste realiza a fresagem do pavimento (remoção da capa asfáltica) e faz a recomposição com Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ). Na sequência, recompõe a sinalização horizontal. A recuperação funcional garante uma ampliação da vida útil da rodovia e maior conforto aos usuários da BR-163.

Para ampliar a segurança nos trechos em obras, a Concessionária Rota do Oeste recomenda aos motoristas que respeitem a sinalização e as orientações repassadas pelas equipes que trabalham nos pontos com intervenções. É fundamental que os condutores evitem tentativas de ultrapassagens e invasão das pistas contrárias, visto que nos locais em obras há vários maquinários pesados necessários para o desenvolvimento das atividades.

O ‘Pare e Siga’ na alternância do fluxo de veículos a cada 15 minutos, nos sentidos sul e norte, com bloqueio de uma das faixas. A medida é indispensável em rodovias que funcionam em mão dupla.

 

Devolução e investimento

A Concessionária Rota do Oeste protocolou junto ao Governo Federal o pedido de devolução amigável do contrato de concessão da BR-163 em dezembro de 2019. A solução para a rodovia segue um processo que pode levar até 2 anos, período em que o Poder Público realização um novo leilão para escolha de outra empresa interessada em administrar a BR-163. Até lá, a Rota do Oeste segue prestando todos os atendimentos operacionais e garantindo a trafegabilidade na rodovia. Para isso, a empresa prevê o investimento de pelo menos R$ 150 milhões no trecho sob concessão em 2022, a maior parte ainda no primeiro semestre.