Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Terça Feira 16 de Abril de 2024

Menu

Concessão

FIP vence concessão do Parque Nacional de Chapada dos Guimaraes com lance de R$ 926 mil

Na segunda-feira (29), o ICMBio recebeu novas propostas para a concessão do Parque Nacional em São Paulo o Governo de Mato Grosso desistiu de concorrer e não participou da sessão

Geral | 05 de Fevereiro de 2024 as 07h 00min
Fonte: Redação G1-MT

Foto: Reprodução

A concessionária Parques Fundos de Investimento em Participações (FIP) em Infraestrutura foi a vencedora do leilão para levar a concessão do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, nessa sexta-feira (2). A decisão foi tomada durante a Sessão Pública do Leilão, na B3, para abertura do envelope 2, após lance de R$ 926 mil.

A concessionária será responsável por investir cerca de R$218 milhões na infraestrutura do local para visitação de turistas pelo período de 30 anos. Segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), a vitória da concessionária não se trata de privatização, mas uma concessão.

Em 2022, com outorga de R$ 1 milhão, a mesma concessionária venceu o leilão da época para o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães.

Conforme o edital, na próxima quarta-feira (7), o ICMBio apresentará a ordem de classificação das Propostas Econômicas Escritas e a Proposta Econômica Final.

Na segunda-feira (29), o ICMBio recebeu novas propostas para a concessão do Parque Nacional em São Paulo (SP). O Governo de Mato Grosso desistiu de concorrer e não participou da sessão.

Durante a sessão, os membros da Comissão Especial de Licitação receberam os representantes credenciados, que apresentaram três os documentos para concorrer a concessão, mas só houve o recebimento de uma proposta.

 

Gestão

O governo estadual já havia feito várias tentativas ao governo federal para assumir a gestão do parque nos últimos três anos. Entretanto, a gestão anterior não acatou o pedido. Ao contrário, o governo federal decidiu pela concessão do parque.

A gestão do parque segue nas mãos do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), do governo federal.

A concessão feita pelo ICMBio teve como objetivo ampliar a prestação de serviços de apoio à visitação, promovendo a revitalização do meio ambiente e garantir a modernização do parque sob gestão da iniciativa privada.

 

O parque

Cidade de Pedra é um dos atrtivos do Parque Nacional Chapada dos Guimarães — Foto: Taylor Nunes/Divulgação

Cidade de Pedra é um dos atrtivos do Parque Nacional Chapada dos Guimarães — Foto: Taylor Nunes/Divulgação

Criado em 1989, o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães possui 32.630 hectares de área para assegurar e proteger amostras significativas dos ecossistemas locais, além de espécies nativas do Cerrado, inclusive ameaçadas de extinção.

O parque abriga paisagens únicas e abriga sítios arqueológicos que ajudam a contar o povoamento da região. Em 2000, foi declarado como Reserva da Biosfera do Pantanal. Em 2019, recebeu mais de 180 mil visitantes, figurando dentre os parques nacionais mais visitados do país.

A proximidade com Cuiabá também torna a unidade atrativa para a visitação. Em 2019, o Parque recebeu mais de 180 mil visitantes, figurando dentre os parques nacionais mais visitados no país.