Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa tarde, Quarta Feira 18 de Maio de 2022

Menu

Geral

FCO injetará R$ 289 milhões em Mato Grosso e deve gerar 2 mil empregos

Linhas de crédito disponibilizadas beneficiam comércio e serviços, indústria, infraestrutura e meio rural

Desenvolvimento regional | 10 de Março de 2022 as 17h 38min
Fonte: Viviane Moura - Sedec-MT

Foto: Christiano Antonucci - Secom-MT

As linhas de crédito do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro Oeste (FCO) vão gerar 1.972 empregos diretos e indiretos nos setores rural e empresarial de Mato Grosso. Os financiamentos no valor de 289,7 milhões foram aprovados nesta quinta-feira (10.03), durante a 12ª reunião extraordinária do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso (Codem), formado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso (Sedec-MT) e parceiros.

Ao todo, o Conselho deferiu 70 cartas-consulta nas duas modalidades. O FCO Empresarial teve 18 projetos autorizados e terá R$ 122,1 milhões de recursos liberados, o que vai gerar 1.611 empregos diretos e indiretos no Estado. Entre as beneficiadas pelo programa estão 4 empresas de pequeno porte, 2 de pequeno-médio, 10 empresas médias e 2 empresas de grande porte.

No FCO Rural, foram aprovados 52 projetos que somaram R$ 167,6 milhões em crédito, montante que vai promover 361 empregos diretos e indiretos. Nesta modalidade, foram habilitados 25 projetos para pequenos produtores, 17 para pequenos-médios produtores, 7 médios produtores e 3 para grandes produtores.

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso e presidente do Codem, César Miranda, pontua que os recursos do Fundo têm contribuído com a expansão das atividades rural e empresarial no Estado.

“Esse crédito disponibilizado aos produtores rurais e empresários tem garantido o desenvolvimento dos setores, pois com os recursos em mãos é possível ampliar os investimentos nos negócios. O resultado é a geração de novos empregos e na renda, tanto no campo como na cidade, fator de fortalecimento da economia mato-grossense”, reforça Miranda.

 

Abrangência

Na primeira reunião do ano, em fevereiro, o Conselho Estadual aprovou R$ 217 milhões em créditos do FCO. Todas as regiões de Mato Grosso já obtiveram recursos advindos do Fundo. Conforme dados do caderno de informações gerenciais do Condel/Sudeco, até dezembro de 2021, um total de 140 municípios foi atendido, o que representa que as contratações do FCO atingiram 99,3% das cidades do Estado.