Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Terça Feira 19 de Outubro de 2021

Geral

Exército cede parte da área para Batalhão em troca de casa do Jd. Maringá

Quase 6 mil metros quadrados do imóvel serão ocupados por empresa de transmissão de energia

Sinop | 22 de Junho de 2021 as 16h 54min
Fonte: Jamerson Miléski

O 3º Grupamento de Engenharia do Exército Nacional agora é dono de uma casa no Jardim Maringá – um dos bairros nobres de Sinop. A negociação que resultou na aquisição está descrita no extrato de contrato, publicado no Diário Oficial da União da última quinta-feira (17).

A publicação oficializa um processo iniciado ainda em 2019. Nesse processo, o Exército cede 5.985,10 metros quadrados da área que possui na BR-163, no bairro Eunice (Alto da Glória), em Sinop. Esse imóvel de 136 hectares, foi doado para o Exército Nacional construir o seu Batalhão, a 13ª Brigada de Infantaria Motorizada. A doação ocorreu ainda em 2013.

A fatia foi cedida em um processo de Concessão de Direito Real de Uso. Pelos próximos 10 anos, a empresa TP Norte Matrinchã Transmissora de Energia S.A poderá usar da área para passar suas linhas de transmissão de energia.  

Em contrapartida, o Exército fica com uma casa da empresa. O imóvel residencial dado para quitar a conta fica na Rua das Magnólias, lote 29, quadra 27 e tem 765 metros quadrados de área.

É uma casa de bom padrão, com sala de dois ambientes, cozinha, mezanino, 2 suítes, um quarto, um banheiro social, varanda com churrasqueira e banheiro, lavanderia, uma despensa e abrigo para 2 carros. A cobertura é de telha de concreto, piso frio, forro de gesso, janelas em vidro temperado. Na parte externa, calçadas de concreto, muro alto com cerca elétrica e piscina de concreto.

O imóvel foi absorvido pelo valor de R$ 900 mil. A casa já é usada há algum tempo por integrantes das Forças Armadas, com a função de residência.

Casa que foi negociada pela cedência da área

Casa da caserna

Essa não é a única residência de militares bancada com dinheiro público. A prefeitura de Sinop atraiu para si a responsabilidade de pagar o aluguel dos mais altos militares do Tiro de Guerra – unidade de infantaria que integra o Exército Nacional. Desde 2013 a prefeitura aluga uma casa (diferente dessa adquirida), no Jardim Maringá, para servir como residência do comandante do Tiro de Guerra. O valor mensal desse aluguel é de R$ 1,6 mil.

Em fevereiro de 2021, um segundo imóvel foi alugado para atender o Tiro de Guerra. Através da dispensa de licitação 001/2021, a gestão do prefeito Roberto Dorner assinou seu primeiro contrato. Essa primeira compra formal foi a locação de um imóvel para servir de residência ao subtenente do Tiro de Guerra.

A casa fica na Rua das Avencas, no setor residencial, em frente ao antigo Amazônia Clube. O imóvel tem 274 metros quadrados. O valor do aluguel é R$ 2 mil por mês e o contrato tem validade de um ano.

Segundo a assessoria de comunicação da prefeitura, o município possui um acordo de cooperação com o Exército para permitir o funcionamento do Tiro de Guerra. Na unidade militar existe uma casa, que vai passar por reforma. A locação desse segundo imóvel é para que a reforma da residência que existe dentro do Tiro de Guerra seja feita.