Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Segunda Feira 04 de Julho de 2022

Menu

Geral

Empresa erra a soma na proposta, mas garante venda de camionetes para prefeitura

Diferença no valor final da proposta foi de R$ 50 mil

Sinop | 04 de Novembro de 2021 as 18h 07min
Fonte: Jamerson Miléski

Foto: Divulgação

A prefeitura de Sinop acaba de adquirir 4 camionetes Mitsubishi, do modelo L-200 Triton, ano 2021. Embora cada um desses veículos custe mais de R$ 200 mil, o que despertou a atenção nessa compra não foi o custo unitário e sim a soma dos valores na proposta apresentada pela empresa que venceu o certame. Há uma diferença de R$ 50 mil entre a proposta da Ascia Mistsubishi e o valor homologado pela prefeitura de Sinop.

Na compra da prefeitura são duas camionetes de dois modelos diferentes. Os 4 veículos são brancos, a diesel, com motor 4x4, completos, incluindo rodas de liga leve. A diferença é que duas são com cambio automático e 190 cavalos de potência e as outras duas com cambio manual e 160 cavalos.

Na proposta da Ascia – empresa que venceu a licitação - as camionetes com câmbio manual custaram R$ 209 mil cada. Como são duas, R$ 418 mil. Até aqui, sem erros.

Para vencer as camionetes com câmbio automático, a empresa pediu R$ 225 mil por cada. Como eram duas, fechou em R$ 500 mil – quando na verdade o valor correto da soma era R$ 450 mil.

A falha não atrapalhou a venda. O erro acabou sendo corrigido pelo departamento de licitação no Termo de Homologação (etapa final do processo de contratação). Nesse documento, a soma das 4 camionetes foi de R$ 868 mil – como deveria ter sido apresentado na proposta vencedora.

Mas o erro nas cifras não parou no Termo de Homologação. No Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (4), a prefeitura publicou o extrato de contrato, informando que a compra foi formalizada. Nesse documento, o valor do contrato do certame é de R$ 918 mil – contabilizando os R$ 50 mil “extras” que resultaram do erro de soma na proposta da Ascia Veículos.