Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa tarde, Domingo 26 de Setembro de 2021

Geral

Diretor da Record vem a Sinop para conhecer a RealTV

Objetivo é manter uma sintonia entre as afiliadas e a rede nacional

Interação | 13 de Maio de 2021 as 18h 37min
Fonte: Jamerson Miléski

Fazer com que a Rede Record de Televisão tenha um só sotaque, e que esse sotaque reflita o Brasil. Foi dessa forma que o superintendente de afiliadas da Rede Record, André Dias, descreveu o motivo da sua visita a RealTV, de Sinop, e outras retransmissoras que integram a bandeira.

Acompanhado do vice-presidente do Grupo Gazeta de Comunicação (Cuiabá), Carlos Dorileo, e do diretor da TV Record de Sorriso, Chagas Abrantes, Dias esteve nessa quarta-feira (12), conhecendo as instalações da RealTV, afiliada da Record em Sinop.

Foi a primeira visita oficial do superintendente desde a transição. Durante 25 anos, a bandeira Record em Sinop foi administrada pela extinta TV Capital. Em dezembro de 2019 uma nova gestão fez a transição para RealTV, com uma nova roupagem, investimento e linha de trabalho.

Dias também passou por outras afiliadas no Estado ao longo da semana. Segundo ele, essa aproximação tem como objetivo reiterar o apoio que a cabeça de rede faz questão de dar a todos os afiliados. “A convergência de conteúdo, as afiliadas para a cabeça de rede, faz com que a Record nacional tenha um só sotaque”, declarou.

Para Dias, esse movimento é muito percebido nas afiliadas que estão dentro da Amazônia Legal, que em razão da legislação, acabam operando como uma geradora, com muito conteúdo local. “Isso faz com que o Brasil se veja na tela, sem monopólio na comunicação”, ressaltou. “É possível ver o empreendedorismo na comunicação que as afiliadas de Mato Grosso aplicam. É sem dúvida referência nacional”, completou.

Chagas citou a valorização que a rede nacional dá as emissoras do interior, citando o convite feito ao apresentador da RealTV, Wellen Tecchio, para conduzir o Balanço Geral nacional, em janeiro deste ano. “É um sinal de que a Record está a par de todas suas afiliadas, sabendo os seus talentos e potencial de cada emissora”, frisou Chagas. A visão foi reforçada por Dorileo: “A rede vai ser forte tão forte quanto as afiliadas que estão nas pontas”, acrescentou.

A Rede Record conta com 108 emissoras afiliadas, que alcançam 99% da população brasileira. Com avanço na sua produção de teledramaturgia e uma linha editorial própria em seus telejornais, a Record conserva o status de 2ª maior televisão do Brasil, sendo a líder de audiência em alguns horários específicos.

 

Direção que veio da base

A visita do superintendente de afiliadas da Record veio em um momento oportuno. Em maio desse ano a RealTV mudou novamente o seu quadro de diretores. Nos últimos dois anos a RealTV foi encabeçada por Mayra Poconi e Marcos Alves – investidores de outros setores que implementaram uma fórmula mais empresarial na televisão. A transição se completa, em maio de 2021 com a saída do casal e a ascensão de duas funcionárias da casa, agora na condução dos negócios.

As novas diretoras das RealTV são Emanuella Silva Sellegrini e Neusa Rodrigues – que juntas somam mais de 20 anos na mesma empresa. Emanuella começou na TV como auxiliar financeiro. Com o passar do tempo assumiu o departamento e também o Recursos Humanos da empresa. Agora “Manu” , como é chamada pela equipe, é quem gerencia a TV.

Ao seu lado nessa empreita está Neusa Rodrigues. Ela começou como vendedora de assinaturas no extinto Jornal Capital. Sua habilidade em vendas e no trato com clientes fez com que as gestões passadas aproveitassem seu talento na Televisão – que era o principal produto do Grupo. Neusa manteve-se no topo da função durante todas as transições que ocorreram na televisão. Sua experiência com o ofício e seu histórico a credenciaram para assumir o cargo de direção.

É um exemplo Real de crescimento dentro da empresa.