Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Domingo 19 de Setembro de 2021

Geral

Crianças carentes de Sinop ganham ovos de Páscoa da Cacau Show

Loja da franquia em Sinop doou 240 ovos de chocolate para adoçar a Páscoa das famílias

Doce gesto | 01 de Abril de 2021 as 18h 13min
Fonte: Jamerson Miléski

Foto: GC Notícias

Crianças que nasceram em famílias pobres poderão, nessa Páscoa, sentir o mesmo gosto doce que as crianças que vivem nos lares mais ricos. Essa “comunhão” de Páscoa, pelo menos para um pequeno pedaço do Brasil, é resultado de um gesto doce de uma loja de chocolates.

Edimara Santos Anjos, proprietária da Cacau Show em Sinop, doou 240 ovos de chocolate para serem distribuídos entre as crianças mais carentes da cidade. A Cacau Show é uma marca conhecida pelos seus chocolates finos, com lojas espalhadas por todo Brasil.

A iniciativa da empresária foi absorvida pelo Programa Criança Feliz – que existe desde 2018 em Sinop e é desenvolvido através dos CRA’s (Centros de Referência de Assistência Social). Esse programa monitora crianças de zero a 6 anos cujas famílias façam parte de algum programa de transmissão de renda (como Bolsa Família ou o BPC), ou que estejam afastada de suas famílias em função de medidas protetivas. Foram essas crianças que ganharam os doces doados pela loja da franquia.

A entrega foi feita nos CRA’s. Não foi uma “festa de Páscoa”, mas uma entrega tímida, com uma pessoa vestida de coelho, crianças de máscara, distanciamento e álcool em gel. Exigências do “novo normal” para que as crianças voltem para suas casas levando apenas o chocolate.

Foi assim nos centros do Jardim das Palmeiras e Boa Esperança, na terça-feira, e no Menino Jesus e Paulista, na quarta. “[é uma forma de] levar um pouco de felicidade a esses lares”, comentou a primeira-dama Sheila Pedroso.

Para a coordenadora do programa, Gonçalina Clara dos Santos, somente com a ajuda de voluntários, doações de empresas ou mesmo de pessoas é possível promover ações como essa.