Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Domingo 19 de Setembro de 2021

Geral

Com R$ 123 mil, prefeitura não consegue contratar chaveiro

Apenas uma empresa participou da licitação e acabou sendo desabilitada

Sinop | 06 de Agosto de 2021 as 18h 42min
Fonte: Jamerson Miléski

Foto: Divulgação

A prefeitura de Sinop continua precisando de um chaveiro. Mesmo estando disposta a gastar mais de R$ 100 mil com cópias de chaves e trocas de fechaduras, a gestão municipal não conseguiu atrair nenhuma empresa “apta” para fornecer o serviço ao município.

A tentativa de contratação foi feita através do pregão presencial 024/2021, realizado na última terça-feira (3). O objetivo do certame era contratar uma empresa especializada em prestação de serviços de chaveiro. Serviços básicos, como cópias de chave, consertos e aquisição de fechaduras. A licitação grande, com 25 itens diferentes, teve um valor de referência de R$ 123,7 mil.

A compra era para atender a demanda da Secretaria de Educação, com suas 39 unidades – incluindo a gerência de Esportes. Só em cópia de chaves, a previsão do edital era de 712 peças.

Apesar de ser um contrato “gordo” para qualquer chaveiro, apenas uma empresa se apresentou. Sem concorrência no pregão, essa empresa acabou apresentando propostas seguindo o valor cheio do edital - sem conceder nenhum desconto ou redução no preço.

Mesmo assim a empresa não levou o contrato. Depois dos lances, quando os envelopes com os documentos de habilitação foram abertos, a empresa acabou sendo desclassificada. Segundo o pregoeiro, a empresa apresentou a certidão de falência e concordata vencida. Como era uma exigência do edital, o único chaveiro que disputou a eleição foi inabilitado.

O certame foi declarado fracassado. Uma nova licitação deve ser lançada para tentar, mais uma vez, contratar o serviço.