Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Segunda Feira 27 de Setembro de 2021

Geral

Com detalhes das mais de 3 mil obras paralisadas no estado, TCE-MT lança novo módulo no Sistema Radar

TCE-MT | 08 de Julho de 2021 as 17h 48min
Fonte: Secom - TCE-MT

Foto: Divulgação

O Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) lançou, nesta quinta-feira (8), o Radar Obras Paralisadas, mais um módulo no Sistema Radar de Controle Público. A ferramenta traz um diagnóstico das mais de 3 mil obras paralisadas no estado, com detalhes, valores gastos, tempo de paralisação e, inclusive, um "TOP 20" sobre os empreendimentos.

Durante a live de lançamento, o presidente do TCE-MT, conselheiro Guilherme Antonio Maluf, ressaltou que o novo módulo democratiza as informações de forma dinâmica, ágil, contínua e transparente.

"Nosso objetivo, que vem sendo regra nessa gestão, é auxiliar os gestores públicos, o Poder Executivo e o Poder Legislativo, de forma objetiva, na discussão, apreciação e aprovação das leis orçamentárias. Dessa forma, somando esforços em prol do desenvolvimento, o Tribunal de Contas cumpre sua missão de promover o controle externo e contribui para a melhoria dos serviços prestados e da qualidade de vida da população", declarou o presidente.

Representando a Assembleia Legislativa, a deputada estadual Janaina Riva salientou que a ferramenta vai auxiliar os trabalhos de todos os parlamentares por Mato Grosso e reforçou a importância da parceria com o Tribunal de Contas.

"Vamos utilizar muito esse novo instrumento, é excepcional encontrarmos no Radar esse diagnóstico. O tribunal vem auxiliando, e muito, os trabalhos do Legislativo e essa parceria é fundamental. Quero parabenizar o Tribunal de Contas, sem dúvida o presidente Guilherme Maluf vem inovando e acredito que agora, com os conselheiros titulares restabelecidos, o trabalho tende a ampliar e melhorar ainda mais. A Assembleia está sempre de portas abertas para parcerias como essa, que atendem os nossos anseios e, principalmente, ao anseio da população mato-grossense", pontuou a deputada.

Desenvolvido pela Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) do TCE-MT e gerenciado pela Secretaria de Controle Externo (Secex) de Obras e Infraestrutura, o módulo utiliza informações do banco de dados do Sistema GEO-OBRAS do tribunal, que são declaratórias e cadastradas pelas próprias unidades gestoras responsáveis pelo empreendimento, nas diversas fases do processo, quais sejam planejamento, licitação, contrato e execução da obra.

Na oportunidade, o secretário de controle externo de Obras e Infraestrutura do TCE-MT, Emerson Augusto de Campos, fez uma apresentação técnica da ferramenta e explicou um pouco como foi a idealização do módulo, destacando que uma obra paralisada significa a perda de serviços já executados, a imobilização do capital investido e a inexistência de retorno econômico e social para a população.

"A preocupação do Tribunal de Contas vem sendo de agregar valor à administração pública, buscando contribuir de forma efetiva para o aprimoramento da gestão. No que tange as obras públicas, o Plano Anual de Trabalho do tribunal estabeleceu a necessidade de enfrentar esse problema por meio de um processo de levantamento, sendo que, no decorrer desse trabalho, a equipe técnica percebeu que a situação das é muito dinâmica e nada melhor do que o aprimoramento do Sistema Radar para que tenhamos acesso ao arcabouço dessas obras para a tomada de decisões", explicou o secretário.

Clique aqui e acesse o Radar Obras Paralisadas