Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sexta Feira 23 de Fevereiro de 2024

Menu

Produção

Com 594 empreendimentos, Mato Grosso vai gerar 6,1 GW de energia elétrica

Cerca de 91% da energia em operação e em construção são de fonte limpa

Geral | 19 de Setembro de 2023 as 11h 37min
Fonte: Assessoria

Foto: Assessoria

De acordo com dados divulgados pelo Sindicato da Construção, Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica e Gás no Estado de Mato Grosso (Sindenergia MT), o estado até julho deste ano, tem 594 empreendimentos de geração de energia elétrica com potência outorgada de 6.343.287,70 kw (6,3GW) e 4.103.618,70 (4,1GW) de potência fiscalizada de fontes de fósseis, biomassa, solar e hídrica. Cerca de 91% são de fonte limpa. Apenas 9% do que é produzido no Estado é oriundo de fonte fóssil.

Contudo, em operação são 535 empreendimentos gerando 4,1GW de energia, a maioria deles é usina fotovoltaicas, mas em capacidade de geração de energia, as 12 hidrelétricas do Estado operam com 1,8 GW, cerca de 46% da potência fiscalizada.

Os dados constam no Sistema de Informações de Geração da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Ao todo, o Estado tem 11 empreendimentos de energia em construção. São 4 Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) nos municípios de Reserva do Cabaçal, Santo Antônio de Leverger e duas em Novo Mundo. Uma usina hidrelétrica em Campos de Júlio e seis termelétricas nas cidades de Vera e Cuiabá. As cinco termelétricas da capital utilizarão combustível fóssil enquanto a de Vera será abastecida com biomassa.

Todos os 11 empreendimentos em construção têm capacidade de geração de 0,5 GW. Também há outros 48 empreendimentos em construção não iniciada no Estado com capacidade de 1,7 GW. Todos de origem de energia limpa. São 12 hidrelétricas (UHE), 38 usinas fotovoltaicas, sendo 30 em Cuiabá, 7 em Torixoréu e 1 em Alto Araguaia. Outros 9 de fonte hídrica como a Usina Hidrelétrica Mato Grosso (antigo Cachoeirão) em Sapezal. Há oito empreendimentos de PCHs de construção ainda não iniciada em Campos de Júlio, Comodoro, Tangará da Serra, Campo Novo do Parecis, Barra do Bugres, Guarantã do Norte e Vale do São Domingos.