Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Quarta Feira 29 de Junho de 2022

Menu

Geral

Catedral realiza Missa dos Santos Óleos na próxima quinta-feira

Evento contará com presença do bispo diocesano Dom Canísio Klaus

Convite | 06 de Abril de 2022 as 14h 59min
Fonte: Redação com assessoria

Foto: Reprodução

A Catedral Sagrado Coração de Jesus realizará às 18hrs de amanhã (07), a Missa dos Santos Óleos, que tem como objetivo renovar as promessas sacerdotais, consagrar o Óleo do Crisma e abençoar os Óleos dos Catecúmenos e dos Enfermos.

Significado da Missa dos Santos Óleos

Todos os anos na Quinta-feira Santa, as dioceses se reúnem em suas catedrais para a celebração da Missa do Crisma. Durante esta celebração, se abençoa o óleo dos catecúmenos, dos enfermos e se consagra o óleo do Santo Crisma. Daí o fato de a celebração ser também chamada de ‘Missa dos Santos Óleos’.

Após o término do rito, os padres voltam para suas comunidades e levam a porção dos óleos para que possa ocorrer a prática dos sacramentos dos seus fiéis.

Nela também se renovam as promessas sacerdotais pronunciadas no dia da ordenação, sendo também chamada de "Missa da Unidade", expressando a comunhão diocesana em torno do Mistério Pascal de Cristo, constituindo um momento forte de comunhão eclesial, de participação intensa das comunidades e de valorização dos sacramentos da vida da Igreja.

Entenda o significado dos óleos:

- Óleo dos Catecúmenos: Concede a força do Espírito Santo aqueles que serão batizados para que possam ser lutadores de Deus, ao lado de Cristo, contra o Espírito do mal.

- Óleo dos Enfermos: É um sinal utilizado pelo sacramento da Unção dos Enfermos, que traz o conforto e a força do Espírito Santo para o doente no momento de seu sofrimento. O doente é ungido na fronte e na palma das mãos.

- Óleo do Crisma: É um óleo utilizado nas unções consacratórias dos seguintes sacramentos: depois da imersão nas águas do Batismo, o batizado é ungido na fronte; na Confirmação, é o símbolo principal da consagração, também na fronte; depois da Ordenação Episcopal, sobre a cabeça do novo bispo; depois da Ordenação Sacerdotal, na palma das mãos do neossacerdote.