Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Quarta Feira 18 de Maio de 2022

Menu

Geral

Bolsonaro cita imóvel de Sinop leiloado pela justiça

Ponto de distribuição de combustível foi vendido por R$ 4 milhões

Nas redes | 14 de Abril de 2022 as 11h 25min
Fonte: Jamerson Miléski

Foto: Divulgação

O presidente da República, Jair Bolsonaro, postou em suas redes sociais nesta quinta-feira (14), um comentário referente ao volume arrecadado com leilões de bens oriundos de organizações criminosas. Sua postagem, em tom de comemoração, celebrava a cifra de R$ 10 milhões arrecadados no mês de março com a venda de patrimônios sequestrados do crime.

A publicação de Bolsonaro lembra que mais de 200 ativos foram leiloados, “com destaque para um imóvel de estocagem e distribuição de combustível localizado em Sinop (MT) e arrematado por R$ 4 milhões” – grifo do presidente.

Bolsonaro enfatizou ainda que desde o início da gestão foram mais de 415 leilões, vendidos cerca de 10 mil bens apreendidos e arrecadados aproximadamente R$ 600 milhões.

Embora os dados dos leilões tentem demonstrar um governo ativo no combate ao crime organizado, os bens colocados à venda são resultado de operações, prisões e processos judiciais anteriores ao mandato de Bolsonaro. O imóvel localizado no município de Sinop, por exemplo, pertencia ao bicheiro João Arcanjo Ribeiro, condenado por crimes de lavagem de dinheiro e preso através da Operação Arca de Noé, no ano de 2002.

Os bens de Arcanjo não são a exceção da lista de ativos leiloados, são regra. Dos R$ 600 milhões que o governo Bolsonaro levantou em leilões de bens apreendidos, cerca de R$ 120 milhões são referentes ao patrimônio do ex-bicheiro – o que corresponde a 20%.