Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Domingo 03 de Julho de 2022

Menu

Geral

Arroba do boi cai, mas preço da carne no mercado sobe em Sinop

Apesar do embargo da China, carne bovina ficou mais cara no último mês

Osso duro | 28 de Outubro de 2021 as 11h 17min
Fonte: Jamerson Miléski

Foto: Reprodução

Há 54 dias Mato Grosso não exporta mais carne bovina para China. O gigante asiático é o principal comprador da proteína animal produzida no Estado, consumindo cerca de 30% da produção. O embargo já provocou uma queda nos abates e reduziu o valor da arroba do boi gordo. Em setembro, a arroba do boi em Mato Grosso era negociada em R$ 284,80 (média). O preço caiu para R$ 249,85 em setembro – redução de -12,27%.

A queda no valor da arroba do boi não chegou até as gôndolas do supermercado. No último mês o preço da carne bovina em Sinop subiu em média 3,92%. Foi o que atestou o GC Notícias utilizando como comparação os dados do departamento de Economia da Unemat Sinop, que registrou o preço médio de 9 cortes de carne bovina nos mercados do município na última semana de setembro.

O levantamento colheu o preço do quilo de contrafilé, filé mignon, coxão mole, alcatra, patinho, lagarto, músculo, acém e costela em 3 supermercados da cidade. Para adquirir um quilo de cada um desses cortes era preciso desembolsar, no mês passado, R$ 350,41.

Os mesmos 9 quilos de carne nesta quarta-feira (27), estão custando R$ 364,16 – um aumento de +3,92% no preço médio da carne. Os valores foram apurados pelo GC Notícias nos mesmos supermercados pesquisados pelo departamento de economia da Unemat.

A pesquisa de preços do GC Notícias foi feita na quarta-feira, dia da semana em que os mercados locais costumam fazer ofertas em seus açougues. Dos 9 cortes pesquisados, apenas 2 estavam mais baratos que no mês anterior. O coxão molde, normalmente utilizado para bife, está custando em média R$ 36,94 o kg – 12,95% mais barato que no mês anterior. O alcatra também teve uma queda de -2,47% no preço, custando em média R$ 45,73 o kg.

O acém, corte popular, bastante usado como carne de panela ou para moer, não sofreu nenhuma variação. O quilo custava em média R$ 26,29 em setembro e está custando o mesmo valor na última semana de outubro.

Os outros 6 cortes ficaram mais caros neste mês em que a arroba do boi ficou mais barata. O lagarto foi o campeão, com alta de 35,84%. O corte saiu de R$ 28,30 o kg em setembro para R$ 38,44 neste mês. Na sequência vem o músculo. O corte popular subiu 10,30% no último mês e está custando em média R$ 32,44 o quilo (sem osso).

A alta segue com Filé Mignon a R$ 67,84 o kg (+6,90%), Costela R$ 27,19 o kg (+4,73%), Contrafilé R$ 47,49 o kg (+3,37%) e Patinho R$ 41,90 o kg (+1,6%).