Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Sábado 13 de Julho de 2024

Menu

Sinop

Áreas a serem desapropriadas na BR-163 aumentam, mas ‘invadem’ menos

Aumentou a metragem dos terrenos que serão usados pela Rota do Oeste em dois viadutos

Geral | 26 de Junho de 2024 as 16h 58min
Fonte: Redação

Foto: Divulgação

Em março desse ano o GC Notícias informou que a ANTT (Agência Nacional dos Transportes Terrestres), havia declarado como utilidade pública, para fins de desapropriação, mais de 60 mil metros quadrados de áreas localizadas nas laterais da BR-163 em Sinop (clique aqui para ver a reportagem). Na ocasião, a Nova Rota do Oeste, concessionária da rodovia, repeliu a informação, afirmando que as desapropriações seriam pontuais e causariam um impacto mínimo sobre comércios e instalações localizadas ao longo da via. Uma nova publicação da ANTT mostra que a área a ser desapropriada aumentou em tamanho, mas será menos invasiva com os comércios às margens da BR-163.

É o que mostra as decisões SUROD Nº 318 e Nº 319, publicadas no Diário Oficial da União desta terça-feira (25). Os dois documentos tratam dos dispositivos diamantes ID 28 e ID 29, que serão instalados na passagem urbana de Sinop, respectivamente na intercessão com a Avenida Foz Iguaçu e na Avenida da Integração/Perimetral Norte.

No documento expedido em março, a ANTT declarava a utilidade pública de 2.416,23 metros quadrados para a instalação do dispositivo diamante no km 833+300 da BR-163. No documento publicado nesta quarta-feira, a autorização para desapropriação, em caráter de urgência compreende uma área de 2.959,83 metros quadrados para a mesma obra. Embora a dimensão desapropriada aumente em mais de 500 metros quadrados, os comércios foram menos afetados, conforme mostra comparação abaixo.

Km 833+300 de março

Km 833+300 de hoje

O mesmo acontece no dispositivo diamante que será implantado no km 838+800 da BR-163, em frente ao parque de exposição da Acrinorte. Em março, a ANTT previa desapropriar 7.302,29 metros quadrados. Agora a Agência autorizou a desapropriação de 8.803,38 metros quadrados neste local. Também nesse caso a área a ser usada pela Rota do Oeste compromete menos os comércios. Veja a comparação abaixo.

Km 838+800 de março

Km 838+800 de hoje

Não consta na relação de documentos publicados pela ANTT a autorização para a desapropriação de áreas na lateral da BR-163 para o dispositivo diamante no KM 931+300m, no ponto em que a MT-140 se conecta com rodovia. No documento publicado em março, a Agência tratava de uma área com 50.349,04 metros quadrados – a maior a ser desapropriada. Nesse espaço estão parte do estacionamento e praça da Igreja São Cristóvão, do supermercado Machado SuperCenter, os postos de combustível da Idasa e Simarelli, além de outras empresas tanto na margem direita como esquerda da rodovia.