Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Segunda Feira 27 de Setembro de 2021

Geral

Após repercussão nacional, Corpo Musical da PM registra aumento 300% em apresentações públicas e formaturas militares

O reconhecimento do trabalho realizado pelos integrantes do Corpo Musical atingiu algoritmos significativos nas principais redes sociais do Brasil

Fenômeno | 03 de Agosto de 2021 as 15h 34min
Fonte: Greyce Lima - Secom-MT

O Corpo Musical da Polícia Militar esteve nesta segunda- feira(02), no Palácio Planalto, em Brasí Foto: PMMT

De abril até 31 de julho, os policiais militares do Corpo Musical da Polícia Militar de Mato Grosso tiveram um aumento de 300% em apresentações públicas, atos solenes e formaturas militares. A enxurrada de convites para a banda da PM é efeito da repercussão nacional obtida pelos integrantes que conquistaram mais de 63, 2 mil seguidores no Instagram. 

A Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional (CCSMI), setor da PM responsável por receber solicitações e agendar as apresentações do Corpo Musical, chega a receber de três a quatro convites para os 59 integrantes tocarem e cantarem em até três eventos por dia.

Além da agenda, os policiais são chamados para os compromissos como atendimento à imprensa em programas locais e nacionais de televisão, rádio, entrevistas e até mesmo atender convites históricos como o pedido do presidente da República, Jair Bolsonaro, que fez questão de conhecer o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Jonildo José de Assis e o famoso Corpo Musical da PMMT, na tarde da última segunda-feira (02.08), no Palácio do Planalto, em Brasília.

O reconhecimento do trabalho realizado pelos integrantes do Corpo Musical atingiu algoritmos significativos nas principais redes sociais do Brasil. O segundo vídeo que viralizou da apresentação dos policiais alcançou mais de 2 milhões de visualizações apenas no perfil do policial da PM que postou o conteúdo no seu perfil do Tik Tok.   De quatro mil seguidores na página oficial do Corpo Musical da PMMT no Instagram, a rede social chegou ao algoritmo de mais de 62 mil seguidores. Com vídeo compartilhado e visualizado por tantas pessoas, os policiais tiveram que criar uma conta no Tik Tok que hoje conta com 30 mil seguidores.  

Devido a isso, o grupo teve que se readaptar, para dar conta de tantas solicitações e convites, os policiais músicos, já participaram de mais de 20 reportagens e fizeram inúmeras participações ao vivo em programas locais e nacionais.  A publicação ganhou a admiração de artistas regionais e nacionais como Pescuma, Edmilson Maciel, a dupla sertaneja Israel e Rodolffo, a apresentadora Ana Maria Braga do Programa Mais Você, o apresentador Siqueira Júnior do Programa Alerta Nacional.

Há 10 anos na Polícia Militar, o vocalista e percussionista do Corpo Musical, soldado Alessandro Viana Lara, de 36 anos, antes de ingressar na PM, ele já era músico da Banda do Exército Brasileiro. O militar conta que teve que o reconhecimento na internet e nas ruas é tudo muito novo para ele. “Essa é uma experiência única, pois recebo centenas de mensagens de carinho e apoio todos os dias. Todo o grupo teve que se readaptar para conciliar os compromissos com os eventos da PMMT e as demandas por conta do sucesso nas redes sociais como entrevistas, lives e a solicitação de clínicas, hospitais, escolas e instituições filantrópicas”, conta o policial.   

O que a maioria dos admiradores do Corpo Musical não sabe ou não conhece, é que a breve apresentação na clínica de hemodiálise repercutida no vídeo, já faz parte do calendário de compromissos do dedicado grupo de policiais.  Com 128 anos de fundação, o Corpo Musical foi criado em 19 de outubro de 1892, à época chamada de Banda de Música da Polícia Militar, através da música, os policiais promovem a aproximar da instituição junto à sociedade mato-grossense e ditam o tom musical de eventos oficiais do Governo do Estado, formaturas e solenidades militares da corporação.    

A orquestra é formada por músicos instrumentistas sendo um oficial, quatro subtenentes e praças, ou seja, sargentos, cabos e soldados. O grupo realiza em média 450 concertos por ano em eventos militares e civis. Recentemente o Corpo Musical foi declarado como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do estado de Mato Grosso.  Entre as apresentações nos eventos solenes da PM e de apoio as instituições privadas e filantrópicas, os policiais continuam de prontidão e eles também se depararam com o lado doloroso da Covid-19, com o falecimento dos policiais militares, os integrantes do Corpo Musical também ofereceram a música para consolar a tropa e seus familiares no momento da perda por meio de cerimônias fúnebres.   

Na guerra contra a criminalidade e no controle da contaminação do coronavírus, os policiais da banda foram às ruas fazer policiamento, fiscalizar e conscientizar a população sobre a importância de seguir à risca as medidas de biossegurança determinada pelos órgãos públicos de saúde e pelo decreto estadual.