Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa noite, Sexta Feira 01 de Julho de 2022

Menu

Geral

Após faltar, colegas de trabalho encontram professora morta em Sinop

O corpo já estava em avançado estado de decomposição

Investigação | 04 de Novembro de 2021 as 08h 24min
Fonte: Gazeta Digital (GD)

Foto: Arquivo pessoal

A professora Dione Emília Correa Boing, de 46 anos, foi encontrada morta por colegas de trabalho em sua residência no bairro Jardim Belo Horizonte, em Sinop. Ela não dava notícias há 3 dias e seu corpo já estava em avançado estado de decomposição.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, os colegas de trabalho relataram que desde a última sexta-feira (29) Dione não dava notícias.

Além de faltar o trabalho, na Diretoria Regional de Educação da Seduc-MT (DRE), ela também não atendia as ligações. Preocupados, eles foram até a casa da professora. Um dos colegas olhou por uma janela e viu o corpo de Dione sobre a cama. Em seguida, acionou o Corpo de Bombeiros.

O corpo já estava em avançado estado de decomposição e foi encontrado em decúbito dorsal, sobre uma cama, com o celular na mão.

O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para remover o corpo, que foi encaminhado para exame de necropsia. A professora deixa dois filhos.