Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Terça Feira 23 de Julho de 2024

Menu

Fake news

Anúncio de teste para ator pornô vira caso de Polícia em Mato Grosso

Geral | 01 de Abril de 2024 as 07h 16min
Fonte: Folha Max

Foto: Assessoria

Uma moradora de Cuiabá, cuja identidade será preservada, registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil nesta quinta-feira (28) após ter o número de celular usado em um anúncio falso de uma suposta seletiva para escolher atores pornôs. A publicação ainda usou o nome da Arena Pantanal como local onde os interessados deveriam procurar para o teste e também a foto de uma mulher desconhecida.

Em uma breve conversa a vítima contou que não sabe quem foi a pessoa responsável por criar a publicação falsa e usar o telefone dela e muito menos o motivo. Relatou ainda estar recebendo centenas ligações e mensagens nas redes sociais a respeito da seletiva, principalmente de homens.

Até fotos de órgãos genitais masculinos, os famosos nudes, ela chegou a receber. Ela afirmou que tem bloqueado os contatos e acredita ser vítima de alguém que "não tenha o que fazer".

Ela classificou como "uma pessoa muito maldosa" quem fez o post e usou seu número de celular. Cansada da situação, a mulher registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil, que deverá investigar o caso.

O anúncio falso começou a circular nas redes sociais e grupos de WhatsApp nesta quarta-feira (27). Na publicação, uma suposta produtora de filmes pornôs convoca interessados em participar da seletiva para ator.

Os requisitos eram "peculiares", como possuir um pênis com tamanho acima de 14 centímetros, não ter nojo de órgãos sexuais femininos, não ter vergonha, além de disponibilidade para viagens. A publicação dizia ainda que o valor da inscrição é de R$ 40 e os interessados deveriam se encontrar com os organizadores da produção cinematográfica nas imediações da Arena Pantanal, em Cuiabá.

Conforme as informações do anúncio fake, os aprovados no teste presencial ganhariam cachê de R$ 2,6 mil por cada filme. Contudo, nada do que consta na publicação é verdade, uma vez que o número para contato disponível é da mulher que registrou a ocorrência policial.