Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Sábado 24 de Fevereiro de 2024

Menu

Dia da justiça

Anuário Jurídico MT 2023 é lançado em versão digital

Geral | 08 de Dezembro de 2023 as 11h 40min
Fonte: Assessoria

Foto: Divulgação

A quarta edição do Anuário Jurídico de Mato Grosso está disponível na versão digital, a partir desta sexta, 8 de dezembro, data em que se comemora o Dia da Justiça. Clique aqui para baixar e ler o Anuário.

O Anuário Jurídico de Mato Grosso 2023 foi lançado no dia 26 de outubro, na AMAM (Associação Mato-grossense dos Magistrados). Em sua 4ª edição, a publicação mostra dados e estatísticas do Poder Judiciário e as decisões mais importantes do ano analisadas por advogados especialistas de diversas áreas do Direito.

No lançamento do Anuário Jurídico MT, advogados e diversas autoridades estiveram presentes. A presidente do TJMT, desembargadora Clarice Claudino da Silva, destacou na ocasião que “a publicação é uma forma consolidada de mostrar à sociedade o trabalho realizado pelo Judiciário, por meio do entendimento de cada um dos desembargadores”.

Ela destacou ainda a aplicação da inteligência artificial no Judiciário, tema da reportagem de capa da publicação. “Essa utilização vai ser um dos grandes avanços a passos largos da instituição. Nós estamos caminhando muito rapidamente para ter recursos impressionantes na atuação jurisdicional com o uso da inteligência artificial. Vem muita novidade por aí”, afirmou.

O corregedor-geral da Justiça de Mato Grosso, desembargador Juvenal Pereira da Silva, ressaltou a diversidade do conteúdo da publicação, com temas como o agronegócio pelo âmbito jurídico e a produtividade do Judiciário. “É uma revista qualificada, que traz temas atuais de uma cultura não só jurídica. É preciso dizer que o aumento da produção não é só de quantidade, também é, sobretudo, de qualidade, pelo aprimoramento do Poder Judiciário, com efetividade e celeridade para a garantia dos direitos de todo cidadão”.

O presidente do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos e Cidadania (Nupemec), desembargador Mario Roberto Kono, disse que o Anuário Jurídico MT retrata o trabalho executado e traz uma perspectiva do que poderá ser vislumbrado pelo Judiciário. “É de extrema importância esse trabalho, revela a transparência, seriedade e principalmente a gestão do Judiciário. O sistema jurídico vem despertando para essa necessidade de resolver os conflitos de formas consensuadas e a tendência é justamente aumentar a utilização de métodos compositivos”, avaliou.

O procurador-geral de Justiça, Deosdete Cruz Junior falou da importância da iniciativa. Segundo ele, a publicação, “está prestando relevantes serviços à comunidade jurídica no nosso estado, fomentando debates sobre a atividade de cada um daqueles que integram o sistema de justiça”.