Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa tarde, Quinta Feira 23 de Setembro de 2021

Geral

Águas de Sinop tem duas torneiras vazando na frente da sua sede

Um dos vazamentos goteja há pelo menos 9 meses

Mau exemplo | 25 de Junho de 2021 as 17h 34min
Fonte: Jamerson Miléski

Enquanto faz campanhas para conscientizar a população a evitar o desperdício de água tratada, a Águas de Sinop não percebe o problema na sua própria casa. Duas torneiras externas, no jardim e no estacionamento da sede da empresa estavam derramando água sem qualquer propósito.

A Águas de Sinop é a empresa que detém a concessão dos serviços de água e esgoto no município de Sinop. O registro dos vazamentos foi feito pela equipe de reportagem do GC Notícias nesta sexta-feira (25). São duas torneiras similares a meio cavalete, porém sem hidrômetros conectados. No registro mais a esquerda do imóvel, o fluxo de água era maior, mas em ambos havia água vazando.

Ao que tudo indica, não se trata de uma situação momentânea. Em uma notícia publicada no site da empresa em setembro de 2020 (clique aqui para ver), é possível perceber o vazamento de água na foto que foi publicada para ilustrar a matéria.

O GC Notícias reportou a situação para Águas de Sinop através da sua assessoria de imprensa. Em um primeiro momento a empresa declarou que já estava na programação da equipe a realização dos reparos. Em um segundo momento, a assessoria disse que não se tratava de vazamento em um dos pontos – aquele registrado na foto de setembro de 2020.

Cerca de uma hora após o contato da reportagem, a assessoria informou que substituiu o registro no segundo ponto, concertando o vazamento.

O GC Notícias também questionou o fato de não existirem hidrômetros naqueles dois pontos externos. A assessoria informou que estes pontos estão diretamente conectados ao “nosso poço” – referindo-se ao poço que fornece água para a rede de abastecimento, gerenciada pela empresa.

Uma das obrigações da Águas de Sinop, descrita no contrato de concessão, é atuar ativamente para diminuir a "perda" de água. Na época em que a concessão foi realizada, 42% de toda água extraída do subsolo e tratada não passava pelos hidrômetros instalados.

Confira abaixo o vídeo com o flagrante feito pela reportagem.