Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa tarde, Segunda Feira 27 de Junho de 2022

Menu

Geral

Água mineral ou filtrada, qual é melhor?

Entenda os riscos e benefícios na hora de beber água

Saúde | 23 de Novembro de 2021 as 09h 35min
Fonte: Redação

Foto: Divulgação

Todos os dias, pelos menos 2 litros de água potável. É o que recomenda a OMS (Organização Mundial da Saúde). Quem faz exercício físico ou tem uma atividade que exija esforço, pode chegar a precisar 4 litros por dia. Embora chás, sucos, isotônicos e frutas suculentas ajudem a chegar nesse volume, a recomendação médica em geral é beber água. Mas qual água? Ou melhor: água é tudo igual?

A resposta é: depende! Se a água for limpa, filtrada e passou por um tratamento prévio, ela cumprirá o papel de hidratar o corpo humano. Em Sinop, e alguns municípios da região, a água que chega pela rede de abastecimento é extraída do subsolo. Mesmo assim, passa por um processo de tratamento físico e químico, removendo partículas da água (boas e ruins), e recebendo a adição de cloro e flúor. Essa água sai do reservatório segura para o consumo. Mas está longe de ser a melhor água.

O processo de tratamento remove da água alguns minerais que são importantes para o organismo. Além disso, a adição de cloro, essencial para esterilizar a água, em grandes quantidade pode ser prejudicial – ou quando muito afetar o cheiro e o sabor. Soma-se a isso o fato de que a água passa pelas tubulações da casa e fica armazenada em uma caixa. A falta de limpeza periódica dessa rede doméstica pode afetar a segurança e a qualidade da água.

Para se precaver, muitas pessoas recorrem aos filtros. Desde o clássico de barro até aqueles acoplados à torneira da cozinha. Esses dispositivos são eficazes em conter partículas, mas também estão sujeitos à falta de manutenção. Filtros sujos ou utilizados por longos períodos acabam perdendo a capacidade de filtrar a água.

A água mineral, vendida em garrafas ou galões, é, por definição, natural. A água mineral é extraída diretamente de uma fonte e envazada para consumo. Não há adição de substâncias ou processos de tratamento. É a água no seu estado natural.

O que assegura a qualidade da água mineral é o processo de monitoramento e a preservação da fonte de onde é extraída. No Norte de Mato Grosso, a maior fonte de água mineral está instalada no município de Ipiranga do Norte. A “Fonte Azul”, implantada pela empresa Lebrinha em 2019, está no centro de uma área com mais de mil hectares de mata preservada. É uma fonte de água natural que verte naturalmente do solo, no meio da Floresta Amazônica. É água boa e em grande volume. A bica da Lebrinha em meio à floresta tem uma capacidade de vazão de 300 mil litros de água mineral por hora. A água é extraída do subsolo, percorre uma tubulação de inox até dentro da indústria de envase, vertendo direto para as garrafas e galões. “A água passa por testes diários de qualidade no laboratório da empresa, além de análises de 3 em 3 meses em uma laboratório de Sinop e duas análises por ano, mais completas, em um laboratório em Santa Catarina”, explica o gerente industrial da Lebrinha, Fonte Azul, Humberto de Almeida.

O monitoramento de qualidade é parte importe no processo de produção da Água Lebrinha. A empresa possui certificação NSF – instituição que é uma referência mundial em segurança alimentar. A combinação de uma fonte rica e singular com processos de produção testados e aprovados fazem da Lebrinha um produto de referência no mercado de água mineral.

Como a água mineral não passa por nenhum tratamento ou filtragem, os minerais dispostos no líquido continuam lá – por isso o nome “água mineral”. Esses minerais cumprem funções no organismo, do esqueleto ao cérebro. Mesmo sendo uma água mineral, a Lebrinha é leve e com sabor puro, já que sua fonte é um afloramento que brota naturalmente da terra.

Para quem está convencido a deixar o filtro em segundo plano e incorporar a água mineral no seu hábito diário, fica a dica: leia o rótulo e saiba de qual fonte vem sua água. Afinal, a água que você irá beber estará do jeito que ela saiu da fonte.
Conheça mais sobre a Lebrinha: www.lebrinha.com.br