Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Domingo 14 de Julho de 2024

Menu

Investigação

Acusados de tráfico, irmãos ostentavam vida de luxo em MT

Hermógenes Aparecido Mendes Filho está preso; seu irmão Ronaldo teria fugido para o Paraguai

Geral | 16 de Abril de 2024 as 06h 07min
Fonte: Mídia News

Foto: Reprodução

Dois irmãos, moradores de Feliz Natal (530 km de Cuiabá), estão sendo investigados pela Polícia Federal após as autoridades descobrirem que sua fortuna vinha de um esquema que envolvia tráfico de drogas e contava até com a proteção de um político paraguaio.

Os irmãos Mendes, como são chamados Hermógenes Aparecido Mendes Filho e Ronaldo Mendes, são conhecidos por ostentar nas redes sociais uma vida de luxo e por ter fazendas milionárias em seus nomes. O caso foi revelado neste domingo (14) no Domingo Espetacular.

Entre as propriedades dos irmãos está uma fazenda de mil hectares em Feliz Natal, uma aeronave apreendida avaliada em R$ 1,2 milhão e um restaurante de luxo em Dourados (MS).

O delegado do caso afirma que todo o patrimônio dos irmãos foi adquirido com dinheiro do tráfico de maconha e cocaína. Segundo a PF, o esquema enviava drogas do Paraguai para o Rio de Janeiro utilizando pneus de caminhões para esconder o entorpecente.

“A lavagem de capitais por meio da criação de gado se dá basicamente pela mescla de capitais na inserção de dinheiro ilícito na compra dos animais e da propriedade. E quando ele vende, integra esses valores ao patrimônio dele, como se tivesse sido obtido licitamente”, diz o delegado da PF Lucas Sá Vilela.

 

As investigações apontam que os irmãos movimentaram cerca de R$ 30 milhões nos últimos dois anos. Os Mendes foram denunciados pelo Ministério Público Federal pela acusação de tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Hemógenes Aparecido foi preso preventivamente e está no presídio de Campo Grande (MS). Já Ronaldo estava no Paraguai e ainda não foi detido.

A Polícia paraguaia não pôde detê-lo após ele entrar no carro de um deputado do país, de quem recebeu proteção no momento em que a Polícia do país iria prendê-lo.

Em nota, a defesa de Hermógenes Mendes alega que ele é inocente e diz crer na lisura do sistema judiciário brasileiro. Já Ronaldo Mendes não tem advogado, está foragido e foi incluído na lista de difusão vermelha da Interpol.

“A lavagem de capitais por meio da criação de gado se dá basicamente pela mescla de capitais na inserção de dinheiro ilícito na compra dos animais e da propriedade. E quando ele vende, integra esses valores ao patrimônio dele, como se tivesse sido obtido licitamente”, diz o delegado da PF Lucas Sá Vilela.

As investigações apontam que os irmãos movimentaram cerca de R$ 30 milhões nos últimos dois anos. Os Mendes foram denunciados pelo Ministério Público Federal pela acusação de tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Hemógenes Aparecido foi preso preventivamente e está no presídio de Campo Grande (MS). Já Ronaldo estava no Paraguai e ainda não foi detido.

A Polícia paraguaia não pôde detê-lo após ele entrar no carro de um deputado do país, de quem recebeu proteção no momento em que a Polícia do país iria prendê-lo.

Em nota, a defesa de Hermógenes Mendes alega que ele é inocente e diz crer na lisura do sistema judiciário brasileiro. Já Ronaldo Mendes não tem advogado, está foragido e foi incluído na lista de difusão vermelha da Interpol.