Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Segunda Feira 26 de Fevereiro de 2024

Menu

Colinas Douradas

31.704 se inscrevem para participar do sorteio de 1.000 casas em Várzea Grande

Critérios legais estabelecidos pelo governo federal através do ministério das cidades definem os critérios de escolha dos inscritos que irão participar de todo o processo de escolha que tem várias etapas

Geral | 21 de Novembro de 2023 as 15h 03min
Fonte: Secom- VG

Foto: Divulgação

Cerca de 31.704 se inscreveram para participar de todas as etapas estabelecidas no cronograma do Ministério das Cidades para as 1.000 residências do Colinas Douradas em Várzea Grande, construídas pelo Programa do Governo Federal, Minha Casa, Minha Vida.

“Fico feliz em ver que o processo de escolha está correndo dentro do previsto e que vamos resgatar um compromisso assumido pela gestão de retomar as obras de mais de 5 mil habitações que se encontravam com suas obras paralisadas, por problemas das empreiteiras”, disse o prefeito Kalil Baracat sinalizando que agora com a retomada do Novo PAC – Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal novas habitações serão erguidas para atender a demanda da população.

Kalil Baracat sinalizou que as residências do Colinas Douradas são para as famílias de baixa renda.

Já para o secretário de Desenvolvimento Urbano, Regularização Fundiária e Habitação, Ricardo Araújo, é importante que as pessoas compreendam todo o esforço que teve que ser feito para que o Colinas Douradas estivesse pronto para ser habitado.

“Já houve diversos problemas no Colinas Douradas, desde a desistência das empreiteiras inicialmente escolhidas para executarem as obras sob alegação de falência ou recuperação judicial, falta de conclusão de parte das obras que impediam a ocupação do mesmo até a invasão das referidas residências, então é com satisfação que a Administração Municipal de Várzea Grande entrega mais um residencial”, explicou Ricardo Azevedo.

Ainda, segundo o mesmo cronograma, até o próximo dia 22 deste mês, acontecerá a triagem dos requisitos exigidos e dos apontamentos legais feitos pela Caixa Econômica Federal e no dia 23 acontece a publicação da lista daqueles que irão para sorteio, ou seja, os pré-aprovados.

No dia 25 próximo, acontece o sorteio de 1.000 titulares e 1.000 suplentes, já que se algum titular não cumprir os requisitos necessários e legais é substituído pelo suplente. Dia 26 acontece a publicação da lista dos sorteados e convocação dos titulares por ordem de sorteio com as devidas documentações exigidas e finalmente no dia 27 de novembro é o recebimento da documentação dos titulares por ordem de sorteio.

Kalil Baracat assinalou que desde 2015 quando a então prefeita Lucimar Sacre de Campos assumiu o mandato, dois residenciais foram recuperados e entregues a população que foram o São Benedito com 1.281 casas e o Santa Barbara com 1.424 apartamentos e agora com a entrega do Colinas Douradas com 1.000 unidades, o que somam 3.705 unidades que abrigam famílias e mais 14 mil pessoas se falarmos em uma família de quatro pessoas.

“É sempre bom ver que o Poder Público apesar dos problemas consegue superar adversidades e atender as demandas de sua gente, então fico feliz de estar fazendo parte deste momento importante para as famílias que é ter a dignidade do lar”, disse o prefeito de Várzea Grande.

O secretário Ricardo Araújo frisou que dos 31.704 inscritos, 25.149 ou 79% são de mulheres e 6.555 ou 21% são homens.

“Deste total de 25.149 mulheres que se inscreveram, 18.327 ou 58%, são chefes de família um dos requisitos que valem ponto na classificação geral e ajudam na performance durante a disputa por uma das unidades habitacionais.  Também tem 2.680 ou 8% de mulheres com medidas protetivas por terem sido vítimas de violência, quesitos que influenciam no sorteio”, explicou o secretário.

Ele frisou ainda que do total de 31.704 inscritos, 2.651 ou 8% moram em áreas de risco, 2.058 ou 6% são idosos e 3.042 são PcD – Pessoas com Deficiência.

Kalil Baracat assinalou ainda que busca meios legais e recursos para retomar e concluir os Residenciais Padre Aldacir e Isabel Campos, bem como lançar novas obras de novas habitações para fazer frente ao déficit habitacionais em Várzea Grande, a segunda maior cidade de Mato Grosso e que segundo o IBGE atingiu a 300.078 habitantes no último censo demográfico.

“Já apresentamos propostas para o Novo PAC Água e Esgoto e agora vamos também apresentar o de habitações e dentro em breve levaremos ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, através da Bancada Federal, as propostas para a segunda maior cidade de Mato Grosso, Várzea Grande que se encontra em um ponto estratégico para Mato Grosso e para o Brasil e depende de investimentos públicos e privados”, disse Kalil Baracat.