Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Terça Feira 16 de Julho de 2024

Menu

Ídolo

5 recordes de Senna que ainda não foram quebrados 30 anos após sua morte

Esporte | 01 de Maio de 2024 as 12h 38min
Fonte: UOL São Paulo

Senna comemora o título mundial de F1 em 1991 Foto: Pascal Rondeau/Allsport

A história de Ayrton Senna na Fórmula 1 foi interrompida abruptamente há 30 anos, no trágico acidente em 1º de maio de 1994, no GP de San Marino, em Ímola, na Itália. O legado e números do ídolo brasileiro, porém, ainda continuam no topo da principal categoria do automobilismo.

 

Números e recordes que ainda resistem

Rei de Mônaco. As seis corridas vencidas por Senna nas ruas de Monte Carlo estão entre as marcas do brasileiro que ainda resistem após três décadas. É o maior vencedor da prova, com a última vitória em 1993. Graham Hill e Michael Schumacher somaram cinco vitórias.

Vitórias consecutivas num mesmo GP. Em Mônaco, Senna conquistou cinco vitórias consecutivas (1989 a 1993). Esse recorde é dividido com Lewis Hamilton, que também soma cinco triunfos seguidos só que no GP da Espanha (2017 a 2021).

Senna somou oito poles positions consecutivas. O ex-piloto da McLaren superou o feito de Niki Lauda, que somara seis poles seguidas em 1974. O brasileiro atingiu o número em 1989.

Poles consecutivas num único GP também na lista de feitos não superados. San Marino foi o local em que o brasileiro largou à frente dos adversários em sete ocasiões seguidas. A sequência foi construída entre 1985 e 1991. A Fórmula 1 deixou Ímola em 2006 e só retomou as corridas no circuito em 2020, batizado agora como GP de Emilia-Romagna.

Senna mantém o recorde de largadas consecutivas na primeira fila. O brasileiro esteve entre 1º ou 2º lugar numa sequência de 24 corridas (da Alemanha, em 1988, até a Austrália, em 1989). Hamilton foi quem mais se aproximou do ídolo (20 vezes —entre o GP da Bélgica, em 2014, ao GP da Itália, em 2015).

Os números da carreira de Ayrton Senna

Equipes: Toleman, Lotus, McLaren, Williams;

Títulos: 3 (1988, 1990, 1991);

Vice-campeonatos: 2 (1989, 1993);

Vitórias: 41;

GPs: 161;

Temporadas: 11 (de 1984 a 1994);

Poles positions: 65;

Pódios: 80;

Pontos: 614;

Voltas mais rápidas: 19;

Abandonos: 60;

Voltas lideradas: 2931 voltas;

Hat-trick (pole, vitória e volta mais rápida): 7;

Grand slam (pole, volta mais rápida e vitória de ponta a ponta): 4.