Boa noite, Quarta Feira 12 de Maio de 2021

Educação

Escolas têm até dia 16 de março para escolher material didático de apoio

Livros serão utilizados pelos estudantes do Ensino Médio pelos próximos 4 anos

Ensino médio | 12 de Março de 2021 as 13h 52min
Fonte: Adilson Rosa - Seduc MT

Foto: Mayke Toscano Seduc MT

As escolas estaduais têm até o dia 16 de março para definirem o material didático de apoio que será utilizado pelos estudantes do Ensino Médio pelos próximos quatro anos. A escolha é dos projetos integradores e projeto de vida. Este material faz parte do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) e visa apoiar a implementação das mudanças do Ensino Médio.

As escolas deverão escolher até quatro projetos integradores – Linguagens e suas Tecnologias; Matemática e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; e Ciências Humanas e Sociais Aplicadas – e um projeto de Vida.

Os temas trabalham as competências gerais da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) de maneira integrada, permitindo que o estudante desenvolva sua aprendizagem por meio dos projetos interdisciplinares.

Nilseia Maldonado, responsável pelo livro didático na Secretaria de Estado de Educação (Seduc), enfatiza que este material é uma obra didática interdisciplinar que estimula a criatividade a partir de projetos e deve ser trabalhada em paralelo à obra principal (livro didático disciplinar).

“A inclusão dos nomes escolhidos será online, no Sistema PDDE Interativo/SIMEC. O acesso ao sistema é feito com o CPF do gestor de cada escola com uma senha pessoal e intransferível”, assinala.

Conforme orientação do FNDE, a escolha deverá ser realizada a partir de uma reflexão coletiva entre os professores, com base nas orientações constantes no Guia do PNLD 2021.

Na Escola Estadual Fernando Leite de Campos, no centro de Várzea Grande, os professores realizam uma reunião on line, nesta sexta-feira (12.03), para escolherem os livros.

“Os professores já receberam o livro impresso em sua residência enviados pelas editoras – são livros aprovados pelo MEC -, fizeram a análise e agora vamos debater para escolher qual se encaixa em nossa realidade. Será uma discussão por área de conhecimento”, ressalta a coordenadora pedagógica Jandira Célia.

Para todas as escolas estaduais, numa segunda fase, haverá a escolha do livro didático por área de conhecimento. Na fase três, será para obras de formação para professores e gestores, na fase quatro, recursos digitais e na última etapa, obras literárias.