Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Bom dia, Quinta Feira 02 de Dezembro de 2021

Educação

Coordenadores destacam importância da interação na condução do programa Alfabetiza MT

Seminário favorece modelo de gestão compartilhada ao auxiliar municípios do Estado no desenvolvimento das ações

Educação compartilhada | 12 de Novembro de 2021 as 10h 27min
Fonte: Evelyn Ribeiro - Seduc - MT

Foto: Harleid Claiton

O 1º Seminário de Integração e Avaliação Somativa do Alfabetiza MT reuniu diretores e coordenadores regionais e municipais em treinamento para apresentar o processo de diagnóstico e avaliação externa dos alunos do Ensino Fundamental. A capacitação teve como diferencial o foco em propor a interação da rede municipal e estadual para alcançar bons resultados na implementação do programa Alfabetiza MT em 140 municípios de Mato Grosso a partir de 2022.

A programação foi iniciada nesta quarta-feira (10.11) e segue até esta sexta-feira (12.11), no Hotel Fazenda Mato Grosso, com oficinas e painéis que abordam a alfabetização dos alunos de 2º e 5º ano do Ensino Fundamental na rede pública de ensino. Já o treinamento da Avaliação Somativa orientou os coordenadores como trabalhar a questão dos indicadores educacionais, uma vez que a partir da aplicação dos questionários todas as escolas públicas do Estado passam a ser monitoradas.

Principais beneficiados com o conteúdo disponibilizado, os coordenadores e diretores das Diretorias Regionais de Educação (DREs), destacaram a importância e o impacto que o treinamento trará na prática, tanto para os alunos, como para os professores.

“É um evento de grande valia, pois podemos tirar dúvidas sobre como realizar essa avaliação nesse período de retorno dos alunos às escolas. A avaliação e o atendimento do programa têm detalhes, e são realizados de uma forma para o 2º ano do ensino fundamental e de outra para o 5º e 9º ano. Como os coordenadores municipais já conhecem a cidade e funcionamento das escolas locais, podem dar um apoio para os coordenadores regional e estadual”, pontuou a coordenadora do município de Jangada, Djeane Danuze Ferreira de Almeida.

Representando a Diretoria Regional de Alta Floresta, a coordenadora regional, Andreia Cristina, destacou a força de um trabalho de alfabetização gerenciado no modelo de gestão compartilhada.

“Essa interação faz com que o profissional seja fortalecido para discutir políticas públicas educacionais com outros colegas.  Antes, era uma determinada formação para o municipal e outra para o estadual e o seminário mostra que juntos podemos conduzir uma educação de qualidade e pensando sempre no melhor para todos”, disse.

O programa Alfabetiza MT foi lançado pelo Governo de Mato Grosso em agosto deste ano e, ao todo, serão investidos R$ 16.500.850,00 em recursos próprios, através do Programa Mais MT, que prevê o investimento na ordem de R$ 9,5 bilhões em várias áreas estruturantes do Governo.

Os alunos e professores terão acesso ao material didático complementar, além de acompanhamento pedagógico das unidades de ensino, a política educacional permite o monitoramento dos indicadores de aprendizagem para reforçar os estudos, que foram de alguma forma prejudicados durante a pandemia da Covid-19.