Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Boa tarde, Terça Feira 23 de Abril de 2024

Menu

Artigo

Internacionalização em Mato Grosso

Uma ferramenta estratégica para Estado, Municípios e Organizações

01 de Abril de 2024 as 18h 03min
Fonte: Prof. Dr. Lucas Oliveira de Sousa

No contexto global atual, a internacionalização é essencial para o progresso do Estado, dos municípios e das organizações em Mato Grosso. Neste artigo, abordarei a importância desse processo em todos esses âmbitos. Minhas experiências internacionais, que vão desde um estágio em uma fazenda nos EUA, em 2008, até meu doutorado na Alemanha, entre 2015 e 2018, e mais recentemente, desde 2020, como Secretário de Relações Internacionais da UFMT, consolidaram minha convicção de que a internacionalização pode ser uma ferramenta estratégica para impulsionar o desenvolvimento sustentável em nosso estado.

Você já se perguntou o que é a internacionalização? A resposta vai além de meros deslocamentos geográficos. Trata-se de um processo dinâmico de integração e colaboração entre diferentes entidades, sejam elas estados, municípios, organizações ou indivíduos, com outros atores e sistemas em todo o mundo. Essa troca de conhecimentos, tecnologias e recursos em escala global é essencial para estimular o comércio global, mas também para impulsionar o desenvolvimento econômico, social e cultural local.

A internacionalização não se limita às fronteiras estaduais, sendo uma força dinâmica que vai além das barreiras geográficas e políticas. Em Mato Grosso, isso se reflete na necessidade de estabelecer parcerias e colaborações com entidades internacionais para promover o desenvolvimento econômico, social e ambiental. Através de acordos de cooperação e intercâmbios, o estado pode fortalecer sua posição no cenário global, atrair investimentos estrangeiros e promover a internacionalização de suas indústrias e produtos.

Os municípios de Mato Grosso também têm muito a ganhar com a internacionalização. Ao se engajarem em iniciativas de cooperação internacional, podem acessar recursos, conhecimentos e tecnologias que contribuam para o desenvolvimento local sustentável. Através de parcerias com cidades estrangeiras, os municípios podem trocar experiências, promover o turismo, fortalecer o setor agroindustrial, de pequeno, médio e grande porte, além de melhorar a infraestrutura urbana. Dessa forma, a internacionalização se torna uma ferramenta poderosa para impulsionar o crescimento e a qualidade de vida em todo o estado.

Além do âmbito governamental, as organizações em Mato Grosso também podem colher os frutos da internacionalização. Sejam empresas, instituições de ensino ou organizações da sociedade civil, todas podem se beneficiar ao expandir suas redes e operações para o mercado global. Através de iniciativas como exportação de produtos, parcerias de pesquisa e programas de intercâmbio, as organizações podem se posicionar de forma competitiva em um mundo cada vez mais interconectado. Mais do que nunca, a internacionalização se torna uma estratégia essencial para garantir a relevância e a sustentabilidade das organizações em Mato Grosso.

Portanto, a internacionalização se revela uma jornada necessária e inescapável para o estado, os municípios e as organizações em Mato Grosso. Ao adotarmos essa abordagem com determinação e visão estratégica, iremos desbravar novos horizontes de oportunidades e prosperidade para todos. É necessário reconhecer o potencial transformador da internacionalização, pois, sem dúvida alguma, ela contribuirá ativamente na construção de um futuro ainda mais vibrante e globalmente conectado para o nosso amado e grande Mato Grosso.

*Prof. Dr. Lucas Oliveira de Sousa é PhD em Ciências Agrícolas pela Universität Hohenheim, Mestre em Economia Aplicada pela UFV, Bacharel em Gestão do Agronegócio pela UFV, Professor da Faculdade de Agronomia e Zootecnia e Secretário de Relações Internacionais da UFMT.

Lucas Oliveira de Sousa

Opinião

*Prof. Dr. Lucas Oliveira de Sousa é PhD em Ciências Agrícolas pela Universität Hohenheim, Mestre em Economia Aplicada pela UFV, Bacharel em Gestão do Agronegócio pela UFV, Professor da Faculdade de Agronomia e Zootecnia e Secretário de Relações Internacionais da UFMT.