Boa tarde, Terça Feira 02 de Junho de 2020

Saúde

Ministério da Saúde aumenta repasse para UTI’s em Sinop

Hospital Regional passa a ter R$ 2,8 milhões para manter 20 leitos nos próximos 90 dias

Covid-19 | 19 de Maio de 2020 as 18h 04min
Fonte: Jamerson Miléski

Foto: GC Notícias

O Ministério da Saúde vai repassar para o Estado de Mato Grosso R$ 36 milhões para operacionalizar 260 leitos específicos para o atendimento de pacientes com Covid-19. O recurso integra o Bloco de Manutenção das Ações e Serviços Públicos de Saúde. A habilitação desses leitos de UTI é em caráter excepcional pelos próximos 90 dias – como parte das ações de combate à pandemia.

Para Sinop, serão R$ 2,8 milhões para subsidiar 20 leitos de UTI adulto no Hospital Regional – uma média de R$ 1,6 mil por UTI/dia. Atualmente a unidade conta com 10 leitos de UTI especifico para pacientes com Covid-19. Com o recurso, a gestão se prepara para dobrar a capacidade instalada.

Segundo o diretor do Hospital Regional de Sinop, Jean Alencar, dos 10 leitos de UTI dedicados para pacientes com Covid-19, nesta terça-feira (19), 6 estavam ocupados – com pacientes que precisavam de internação. Apenas 4 estavam disponíveis. “Nós montamos uma ala exclusiva para pacientes com Covid-19, dividindo, fisicamente, o hospital regional em dois. Nessa ala nós disponibilizamos 10 leitos de UTI e 20 leitos clínicos, para internação dos pacientes em situação menos grave”, explicou.

Com o recurso aportado pelo Ministério da Saúde, somando ao plano de expansão do Estado e um complemento do Consórcio Intermunicipal de Saúde, a ala para Covid-19 do Regional em Sinop vai duplicar sua capacidade nos próximos dias. Além das UTI, também serão abertos 20 novos leitos clínicos – totalizando 40. “Será a mais eficiente estrutura hospitalar para enfrentamento da pandemia no interior do Estado”, assinalou Alencar.

 

Equipe resguardada

Em todo país, os profissionais da saúde que operam a linha de frente no combate da pandemia, são, invariavelmente, atingidos pela doença. Por enquanto o Hospital Regional de Sinop tem conseguido manter sua equipe sã.

Não houve até o momento nenhum caso de enfermeiro, técnico em enfermagem ou médico que tenha contraído a doença. Segundo o diretor técnico da unidade, o médico Jofman Leite, a segurança dos profissionais tem sido obtida através do cumprimento do rígido protocolo, com orientações da Anvisa e do Ministério da Saúde. “A partir dessa semana começamos a fazer os testes periódicos na equipe que tem contato com os pacientes. Os exames serão feitos de forma preventiva a cada 15 dias, independente de sintomas. Caso algum profissional apresente sintomas, ele é isolado e testado. Mas até o momento, temos zero casos na nossa equipe”, pontuou.